PORTAL TERRAS POTIGUARES NEWS

PORTAL TERRAS POTIGUARES  NEWS
O RN PASSA POR AQUI! - COM 16 BLOGS E 1350 LINKS, CRIADO A 28 DE DEZEMBRO DE 2008, PELO STPM JOTA MARIA, COM A COLABORAÇÃO DE JOTAEMESHON WHAKYSHON, JULLYETTH BEZERRA E JOTA JÚNIOR - MOSSORÓ-RN

domingo, 11 de outubro de 2009

ULISSES BEZERRA POTIGUAR


ULISSES BEZERRA POTIGUAR, natural de Parelhas, na região do Seridó, interior do Rio Grande do Norte. Nascido a 16 de janeiro de 1926, filho de Arnaldo Bezerra de Albuquerque e de Nair Bezerra. Casado com Lizete Montenegro Bezerra Era médico por formação, e na vida pública exerceu quatro mandatos na Assembleia Legislativa do RN e dois na Câmara Federal. Durante o governo de José Agripino foi diretor-presidente do IPE. Considerado a maior liderança política da sua cidade nos últimos 50 anos, ele nunca mudou de partido sempre pertenceu ao DEM, ex-PFL.Faleceu em Natal no dia 14 de março de 2009

sexta-feira, 31 de julho de 2009

LARISSA ROSADO

Larissa Rosado

LARISSA DANIELLA DA ESCOSSIA ROSADO ANDRADE, natural de Mossoró, nascida a 22 de julho sw 1974, filha de Laire Rosado Filho e de Sandra Maria da Escossia Rosado

Partido: PSB-Partido Socialista Brasileiro

Formação Profissional: Administrador

Grau de Escolaridade: Ensino superior completo

Legislatura: 2007-2010

Telefone de Contato: 32325696

A deputada Larissa Rosado faz parte de uma das mais tradicionais famílias políticas do Rio Grande do Norte. É filha do Dr. Laíre Rosado, ex-deputado federal e estadual, e de Sandra Rosado, ex-deputada estadual e hoje deputada federal.

A deputada atuante Larissa Rosado criou a Frente Parlamentar da Criança e do Adolenscente e pretende travar muitas lutas em defesa dos interesses do povo, desenvolvendo projetos nas áreas de segurança pública, saúde e habitação. Neste sentido, apresentou projeto que destina 10% das casas populares construídas pelo Governo do Estado para mães solteiras

Larissa Rosado foi a primeira mulher a ocupar o cargo de 1º vice presidente da Assembleia Legislativa e de Secretaria da Agricultuta Pecuária e Pesca do Rio Grande do Norte.

A deputada tem duas filhas. Elegeu-se com 34.073 votos.

DEPUTADO LAIRE ROSADO FILHO

Foto do Deputado LAÍRE ROSADO Laíre Rosado Filho
Nascimento: 28/08/1945 - Mossoró, RN
Profissões: Médico
Filiação: Jeronymo Lahyre de Mello Rosado e Francisca Gurgel Frota Rosado
Legislaturas: 1991-1995, 1995-1999, 1999-2003.
Mandatos Eletivos:
Deputado Estadual (Constituinte), 1987-1991, RN, PMDB; Deputado Federal, 1991-1995, RN, PMDB; Deputado Federal, 1995-1999, RN, PMDB; Deputado Federal, 1999-2003, RN, PMDB;
Licenças:
Licenciou-se do mandato de Deputado Federal na legislatura 1995-1999, para exercer o cargo de Secretário de Agricultura e Abastecimento do Estado do Rio Grande do Norte, de 24 de outubro de 1996 a 18 de fevereiro de 1997, e de 20 de fevereiro de 1997 a 1º de abril de 1998.
Filiações Partidárias:
PDS, 1980-1985; PMDB, 1985-; ARENA, 1972-1979.
Atividades Partidárias:
Presidente Regional do PMDB, RN.
Atividades Profissionais e Cargos Públicos:
Chefe do Serviço Médico do INAMPS, Mossoró, RN, 1976-1986; Secretário da Habitação e Promoção Social, Natal, RN, 1988-1990; Secretário de Agricultura e Abastecimento do Estado do Rio Grande do Norte, 1996-1998.
Estudos e Graus Universitários:
Medicina, UFRN, Natal, 1964-1969.
Atividades Parlamentares:
CÂMARAS MUNICIPAIS, ASSEMBLÉIAS LEGISLATIVAS E CÂMARA LEGISLATIVA DO DF: >ALRN: Comissão do Desenvolvimento Econômico e Social: Membro. CONGRESSO NACIONAL: Comissão Mista de Planos, Orçamentos Públicos e Fiscalização: Titular; CPI Mista Denúncias na Destinação de Recursos do Orçamento da União: Suplente; CPI Mista Situação do Setor Farmacêutico: Titular. CÂMARA DOS DEPUTADOS: >COMISSÕES PERMANENTES: Agricultura e Política Rural: Titular, e Suplente; Ciência e Tecnologia, Comunicação e Informática: Suplente; Finanças e Tributação: Suplente; Legislação Participativa: Suplente; Minas e Energia: Suplente; Relações Exteriores: Suplente; Relações Exteriores e de Defesa Nacional: Suplente; Seguridade Social e Família: Presidente, Titular-, e Suplente; Trabalho, de Administração e Serviço Público: Primeiro Vice-Presidente, Titular, e Suplente-; Viação e Transportes, Desenvolvimento Urbano e Interior: Titular. >COMISSÕES ESPECIAIS: PEC nº 3/95, Serviços de Telecomunicações: Suplente; PEC nº 32/95, Modifica Art. 196 da Constituição Federal, Substituir a Universalização e Gratuidade da Prestação de Serviços de Saúde: Titular; PEC nº 76-A/99, Recursos Ciência e Tecnologia: Relator-, e Titular-; PEC nº 173/95, Modifica o Capítulo da Administração Pública: Titular; PEC nº 179/99, Aposentadoria Compulsória: Titular-; PEC nº 281/00, Nomeação Ministro TCU: Suplente-; PEC nº 308/96, Acumulação de Emprego Público: Titular; PEC nº 598/98, Idade Mínima para Cargo Eletivo: Titular-; PL nº 3.981/93, Produtos que Contenham Asbesto/Amianto: Suplente; PL nº 4.425/94 do Senado Federal, Planos e Seguros de Saúde: Suplente; Política Nacional de Drogas: Presidente, e Titular; Reforma Política: Suplente-; >CPI: Causas da Fome: Titular, e Suplente. >CONSELHOS, FRENTES E GRUPOS PARLAMENTARES E OUTROS: Conselho de Ética: Suplente-; Grupo de Trabalho Transposição do Rio São Francisco: Titular-.
Missões Oficiais:
Integrante da V Reunião da Comissão de Saúde do Parlamento Latino-Americano, Havana, Cuba, 1994. Representante da Câmara dos Deputados na LXXXVII Reunião da Conferência Internacional do Trabalho, Genebra, Suiça, 1999.

quarta-feira, 15 de abril de 2009

MESA DIRETORA DA AL/RN

ESTE TRABALHO NÃO É COMPLETO, estamos pesquisando outros dados importantes sobre os parlamentares estaduais do Rio Grande do Norte, porém, queremos ressaltar, não puxando a sardinha para minhas brasas, que você internautas jamais vai encontrar tantos dados como neste link´, nem mesmo no próprio site da Assembléia Legislativa do Rio Grande do Norte. Confira e faça um comentário

Presidentes da Assembléia no período de 1835 com o Padre Francisco de Brito Guerra (Campo Grande-RN, 18/4/1877 – Rio de Janeiro, 26/2/1845) até a presente data (15/04/2009)
Dep. Robinson Faria - 2003 a 2007
Dep. Álvaro Costa Dias - 1997 a 2003
Dep. Leonardo Arruda - 1995 a 1997
Dep. Raimundo Fernandes - 1993 a 1995
RAIMUNDO NONATO FERNANDES PESSOA, popularmente conhecido por “RAIMUNDO BIGODÃO”, natural de São Miguel-RN, nascido a 11/7/1943. Ingressa na política no ano de 1976, quando em 15/11, juntamente com seu companheiro de chapa, na pessoa de Miguel Feliz da Silva, foram eleitos para os mandatos de prefeito e vice-prefeito respectivamente em São Miguel. Em 15/11/82 foi eleito deputado estadual, pela legenda do PDS, reeleito em 15/11/86. Em 3/10/1990, Raimundo Bigodão conquista seu 3º mandato. No pleito eleitoral de 1994, ele resolve não disputar seu 4º mandato, cedendo a vaga para sua esposa, dona Maria Gisenira D. de Freitas. Em 1998, tenta uma vaga para o Senado Federal, não conseguindo êxito, já sua esposa não consegue sua reeleição na Assembléia Legislativa. Em 2002, Raimundo Fernandes retorna ao Palácio José Augusto.
Raimundo Fernandes vem de uma tradicional família política na Tromba do Elefante, seu pai Hesíquio Fernandes de Sá foi prefeito de São Miguel em três períodos, em 1946, nomeado pelo Interventor Georgino Avelino (31/7/1897 – 3/4/1959). Em 1948 foi eleito prefeito constitucional de São Miguel, retornando ao cargo em 1958. Seu irmão, Sebastião Pessoa Fernandes em 1989 se elege prefeito de São Miguel. Em 2004, sua irmã, dona Maria do Socorro Fernandes foi eleita prefeita da cidade de Venha Ver. No pleito eleitoral deste ano, Raimundo Bigodão será candidato à reeleição com apoio de Chiquinho.
Dep. José Adecio da Costa - 1991 a 1993
JOSÉ ADÉCIO DA COSTA, natural de Pedro Avelino-RN, nascido a 21 de setembro de 1944. No dia 15/11/1986 elegeu-se deputado estadual pela legenda do PL, se reelegendo nos pleitos eleitorais de 3/10/1990. 4/10/98 e 6/10/2002, estando atualmente em seu 5º mandato. É casado com Neide Suely Muniz Costa, ex-prefeita de Pedro Avelino em dois mandatos. De 1989 a 1993 e de 1997 a 2001. No último pleito eleitoral municipal seu filho José Adécio da Costa Filho – ADECINHO fora candidato a prefeito de Pedro Avelino, pela legenda do PFL, o qual conquistou 2.507 votos, mas perdeu as eleições para o candidato do PMDB, senhor Adcleiton Batista da Trindade que obteve 2.811 votos, conquistando assim sua reeleição, mas não assumiu o cargo, tendo em vista que no dia 15/15/04, a Drª Alba Paulo de Azevedo, Juíza da 48ª Zona Eleitoral da Comarca de Pedro Avelino ter cassado o diploma do candidato vencedor e diplomando o segundo colocado, porém, no dia 26/12/04 o STE suspendeu a diplomação de ADECINHO e em 01/01/2005, quem tomou posse como prefeito foi o presidente da Câmara Municipal, o edil Rômulo Figueiredo (PDT).
Dep. Vivaldo Costa - 1989 a 1991
VIVALDO SILVINO DA COSTA – candidato a vice-governador na chapa encabeçada de José Agripino, que venceram seus opositores Lavoisier Maia e Laíre Rosado.
Vivaldo, natural de Caicó, nascido a 01/10/1940. Com a desincompatilização do governador José Agripino para concorrer uma vaga no senado Federal, ele assume o governo em 31/3/94, governando até 01/01/95, passando para seu sucessor Garibaldi Alves. Vivaldo atualmente encontra-se exercendo seu 5º mandato de deputado estadual.
Dep. Nelson Freire - 1987 a 1989
Dep. Willy Saldanha - 1985 a 1987
Dep. Carlos Augusto Rosado - 1981 a 1983
Carlos Augusto, natural de Mossoró, nascido a 31/10/44, filho de Jerônimo Dix-Sept Rosado Maia (25/3/11 -12/7/51), filho de Jerônimo Rosado e de Isaura Rosado Maia; e de Adalgisa de Souza Rosado, natural de Mossoró, nascida a 7/7/1919, filha de João Câncio de Souza 98/3/1890 – 17/6/1933) e de Amélia Ferreira de Souza 92/11/1895). Casou-se em 12/12/74 com Rosalba Ciarline, ex-prefeita de Mossoró em 3 mandatos. Foi deputado estadual em várias legislaturas, exercendo posições de liderança, chegando a presidência da Assembléia Legislativa. É Reconhecido por toda a crônica política potiguar como um dos mais sábios articuladores político do Estado. Ele não aceita tal conceito, preferindo ser conhecido apenas como um simples deputado aposentado de Mossoró. E o principal mentor político do seu grupo denominado de Rosalbismo. Preferiu não exercer nenhum cargo direto nas 3 administrações de sua esposa, reservando para si um papel de conselheiro.
Dep. Luiz Antônio Vidal - 1979 a 1981
Dep. Alcimar Torquato - 1977 a 1979
Dep. Dary Dantas - 1975 a 1977
Dep. Ezequiel Ferreira de Souza - 1973 a 1975
Dep. Moacyr Torres Duarte - 1971 a 1973
Dep. Clovis Coutinho da Motta - 1966 a 1971
Dep. Theodorico Bezerra - 1963 a 1966
Mons. Walfredo Gurgel - 1961 a 1963
Dep. José Vasconcelos da Rocha - 1961 a 1961
JOSÉ VASCONCELOS DA ROCHA, natural de Guarabira-PB, nascido a 23 de dezembro de 1935, filho de Adauto Ferreira da Rocha e de Marluce de Vasconcelos da Rocha. Bacharel em Ci\~encias Jurídicas e Sociais pela Faculdade de Direito de Alagoas, tendo sido colado grau em 2 de dezembro de 1963. Foi vice-prefeito de Goianinha, de 1958/59, deputado Estadual (1959/67), assumindo a Presidência da Assembléia Legislativa no período de 13 de janeiro de 1961 a 31 de janeiro de 1961. Ingressou no cargo de Juiz do trabalho de 2ª Instância, ocupante de vaga destinada a representante da OAB/RNN, nomeado através do decreto Presidencial de 14 de novembro de 1991, publicado no Diário Oficial da União de 18/11/1991 e tomou posse em 15 de junho de 1992, sendo eleito o 1º Presidente do Tribunal Regional do Trabalho – TRT da 21ª Região.
Dep. Vicente da Mota Neto - 1960 a 1961
VICENTE DA MOTA NETO, natural de Mossoró, nascido em 6 de novembro de 1914, filho de Francisco Vicente Cunha da Mota. Bacharel pela Faculdade de Direito do Recife. Faleceu no dia 13 de janeiro de 1981.
Dep. José Augusto Varela - 1956 a 1960
Dr. Sebastião Maltez Fernandes - 1953 a 1956
Natural de Caraúbas, nascido em 1904, era formado em Medicina, dedicou-se a profissão de Médico e a política, eleito deputado estadual por duas vezes.
Sebastião Maltez Fernandes
Genpesio Cabral de Macedo
Carlo Borges de Medeiros
Antonio Soares de Araújo Filho
Abilio Medeiros
Alfredo Mesquita Filho
Aluízio Gonçalves BEZERRA
Antonio Martins Veras
Antonio Barbalho Simonete
Ezequiel EPAMINONDAS DA Fonseca Filho
Francisco Dantas Guedes
Francisco Solon Sobrinho
Francisco Teodoro Avelino
Hélio Dantas
Israel Ferreira Nunes
João Batista Borges Montenegro
Monsenhor João da Matha Paiva
João Fernandes de Melo
Joaquim Alves Câmara
Joaquim Alves da Silva
José Cortz Pereira de Arapujo
José Nicodemus da Silveira Martins
José Patrício de Figueiredo Neto
José Rhiers Diniz Rocha
José Xavier da Cunha
Lauro Arruda Câmara
Manuel Veras Saldanha
Newron Pinto
Odorico Ferreira de Souza
Olavo João Galvão
Pedro Soares de Araújo Amorim
Ramiro Pereira da Silva
Raul de França Alencar
Waldemar de Souza Veras
Dep. Ezequiel Epaminondas F. Filho - 1953 a 1953
Bel. Sylvio Piza Pedroza - 1951 a 1951
Dep. Tomás Salustino G. de Melo - 1947 a 1951
Nasceu em Currais Novos-RN no dia 6 de setembro de 1880, FILHO DE Manoel Salustiano Gomes e de Abanília Regina de Araújo,bacharel em direito, juiz de Direito, desembargador, criador, agricultor, industrial, vice-Governador e presidente da AL e presidente da Tribunal de Justiça, o qual tomou posse em em 10 de dezembro de 1940. Faleceu em Natal no dia 30 de junho de 1963.
Dep. Pedro Soares de A raújo Amorim - 1947 a 1947 -
Natural de Assu, nascido em 28 de setembro de 1880, filho de Pedro Soares de Amorim (2/12/1854 – 27/9/1915), este filho de José Gomes de Amorim e de Ana Clarinda Soares de Amorim; e de Maria Francisco de Araújo Amorim. No Atheneu Norte-Riograndense, em Natal, fez seus preparórios. Em seguida, matriculou-se na Faculdade de Medicina da Bahia, titulando-se primeiro em Farmácia em 1902 e pois, em 1903, recebia o seu diploma de Médico. Regressando ao seu estado, clinicou vários anos em Macau, atendendo também em Moosoró e Areia Branca, conquistando pela sua comprovada dedicação, um numeroso circulo de afetuosas estimas que ainda perrduram. Casou-se em 29 de maio de 1909 com Maria Beatriz Montenegroo. Foi o primeiro prefeito constitucional de Assu e presidente da Intendência Municipal em vários períodos. Eleito deputado estadual no ano de 1918. Faleceu em Natal no dia 6 de outubro de 1961.
Monsenhor João da MATHA Paiva - 01/10/1937
Dissolvida em 10 de novembro de 1937
Mosenhor João da Matha Paiva - 01/9/1936 a 01/10/1937
Monsenhor João da Matha Paiva - 28/10/1935 a 22/02/1936
Bel Joaquim Inácio de Carvalho Filho - 1930 – dissolvida em 6 de outubro de 1930
PERÍODO REPUBLICANO – 1930 1891
Bel Joaquim Inácio de Carvalho Filho - 1929 – 1930
Bel Joaquim Inácio de Carvalho Filho - 1928 – 1929
Bel Augusto Leopoldo - 1927 – 1928
Bel Augusto Leopoldo - 1926 – 1927
Bel Augusto Leopoldo - 1924 a 1928
Augusto Leopoldo Raposo da Câmara - 1924 – 1925 - - Vice-Governador
Bel Henrique Castriciano - 1921 a 1924
Pedro Soares de Araújo
1920 a 1921
Henrique Castriciano - 1921 – Vice-Governador
Henrique Castriciano - 1918 – 1920
Bel Henrique Castriciano - 1915 1918
Escritor, fundador e primeiro diretor da Escola Doméstica de Natal, natural de Macaíba-RN
PEDRO SOARES DE AMORIM - 1913 – 1915
FABRÍCIO MARANHÃO DE ALBUQUIERQUE MARANHÃO - 1887 – 1914
Fabrício Gomes de Albuqquerque Maranhão,natural de Macaíba-RN, nascido a l3 de fevereiro de 1852, filho de Amaro Barreto de Albuquerque Maranhão e de Feliciana Maria, filha de Fabrício Gomes Pedroza, senhor de engenho e grande comerciante em Macaíba e de dona Luiza Pedroza. Antigo deputado estadual, chefe político e industrial no município de Canguaretama, do qual exerceu a presidência da Intendência Municipal em seis períodos. Faleceu no Rio de Janeiro no dia 19 de abril de 1924. Foi o único potiguar a administrar uma cidade em sete períodos: 1º - de 01/01/1893 a 31/12/1895, 2º - de 01/01/1896 a 31/12/1898 , 3º - de 01/01/1899 a 31/12/1901, 4º - de 01/01/1902 a 31/12/1904 , 5º - de 01/01/1905 a 31/12/1907 ,6º - de 01/01/1908 A 31/10/1910 ,7º - de 10/01/1911 a 31/12/1913.
BEL MANUEL MOREIRA DIAS - 1895 1896
JERÔNIMO AMÉRICO RAPOSO DA CÂMARA - 1892 - 1896
JOSÉ GERVÁSIO DE AMORIM GARCIA - 1891 – 1892
BEL. JOSÉ INÁCIO BERNANDES BARROS - 1891
BEL JOSÉ MOREIRA BRANDÃO CASTELO BRANCO - 1888 – 1891
JOSÉ GERVÁSIO DE AMORIM GARCIA - 1886 – 1889 -
PERÍODO IMPERIAL DE 1835 A 1889
JOSÉ BERNARDO DE MEDEIROS - 1883 – 1884
BEL EUCLIDES DIOCLECIANO DE ALBUQUEQUE - 1882 – 1883
Nasceu na cidade de Aracati-CE, a 11 de junho de 1842. Bacharel pela Faculdade do Recife, foi promotor público de Maioridade (Martins), no período de 1866 a 1871 e de Mossoró, de 1876 a 1877. Exerceu o cargo de Delegado Especial do Inspetor Geral da Instrução Primária e Secundária do município da Corte do Rio Grande do Norte, e foi deputado provincial em várias legislaturas.
Eleito presidente da Câmara Municipal de Mossoró para o biênio 1881-1883, não presidiu uma só sessão durante o biênio. ‘Todo o período administrativo em que lhe competia dirigir foi administrado por Manuel Benício de Melo, escolhido por seus pares” para seu substituto.
ANTONIO BASÍLIO RIBEIRO DANTAS - 1879 – 1880
Obs.: NÃO SE REUNIU AL ANO DE 1881
Bel. MANUEL QUINTINO DA SILVA - 1872 – 1877
Bel JERONIMO CABRAL RAPOSO DA CÂMARA - 1870 – 1872
BEL AMARO CARNEIRO BEZERRA CAVALCANTI - 1868 - - a Assembleía Legislativa Provincial não se reuniu em 1869
AMARO CARNEIRO BEZERRA CAVALCANTE, natural do Recife, nasceu a 15 de janeiro de 1825 e falecido no Rio de Janeiro no dia 25 de novembro de 1890. Bacharelou-se em Olinda em 1847. Adoecendo, veio para o Rio Grande do Norte como Promotor Público da Maioridade, atual cidade de MARTINS, EM 1848. Em 1849 já estava sendo falado como aliado ostensivo do Juiz de Direito dr. João Valentino Dantas Pinagé, ex-presidente em exercício, temperamento exaltado e generoso, grande gritador malcriado, pronto a dar a camisa a quem agredira. Pinajé era conservador, nortista puro chefiado na forma do costume uma dissidência saquerema. Amaro Bezerra fez a velada das armas com Pinajé. Estava em boas mãos.
Em 1850 era Juiz Municipal e deu motivo a comentários em toda Província. A situação era do Partido Conservador com o visconde de Macaé no poder desde 1848. Para o Rio Grande do Norte o Governo nomeou o dr. José Pereira de Araújo Neves, carta imperial de 2 de novembro de 1849, e o novo presidente assumira a 2 de dezembro de 1850, quase subitamente. Não tivera tempo de colocar nos postos os corregionários e demitir os adversários. Com a morte do Presidente Neves assumiu o Vice-Presidente João Carlos Wanderley, chefe do Partido Liberal, intransigente. Assim, num governo conservador, governaria um liberal por fora da lei. Neves se descordara de fazer nomear os vice presidentes do seu partido.
Para se ter uma idéia de Amaro Bezerra, em plena fase conservadora, basta ler o ofício que endereçou a João Carlos, vice-presidente em exercício na vaga do presidente Araújo Neves. Reposta de conservador para liberal, de um Juiz Municipal para o Presidente da Província.
OCTAVIANO CABRAL RAPOSO DA CÂMARA - 1866
BEL. JOSÉ MOREIRA BRANDÃO CASTELO BRANCO - 1864 – 1866
Natural de Goianinha-RN, nascido em 4 de setembro de 1828, filho de Antônio Pita Brandão e Justina Moreira Brandão. Dr. Moreira Brandão foi um homem atuante e inteligente em todos os setores de sua vida. Foi jornalista, poeta, advogado e político. Como jornalista, iniciou-se, ainda acadêmico, em Olinda, de cuja Faculdade de Direito saiu bacharel em 13 de novembro de 1849. Aí, já fundava jornais, como o mensageiro, “Aurora”, cuja publicação, recebera, posteriormente, elogios de Clovis Beviláquia, notável jurisconsulto, professor Ascendino de Almeida. Faleceu em Natal no dia 16 de julho de 1893.
PADRE BARTOLOMEU DA ROCHA FAGUNDES
BEL AMARO CARNEIRO BEZERRA CAVALCANTI - 1862 – 1863
BEL LODOLOFO HERCULANO MARINHO FALCÃO - 1861 – Foi o primeiro Juiz de Direito da Comarca de Apodi em 1876
BEL AMARO CARNEIRO BEZERRA CAVALCANTI - 1861 – 1861
PADRE JOAQUIM SEVERINO RIBEIRO DANTAS - 1859
PADRE JOSÉ DE MATOS SILVA - 1858
BEL. AMARO CARNEIRO BEZERRA CAVALCANTI - 1857
PADRE JOSÉ DE MATOS SILVA - 1856
PADRE ANTONIO JOAQUIM RODRIGUES - 1854
Natural do Assu, nascido em 12 de junho de 1821, filho Antonio Joaquim Ropdrigues e de Vicência Ferreira da Mota. Foi ordenado padre por Dom João da Purificação Marques Perdigão no ano de 1824. Primeiro governante de Mossoró, tomou no dia 24 de janeiro de 1953.

BEL. OTAVIANO CABRAL RAPOSO DA CÂMARA - 1852 – 1853
BEL. FRANCISCO DE SOUZA RIBEIRO DANTAS - 1849- 1850
JOÃO INÁCIO DE LOIOLA BARROS - 1848
BEL. JOÃO VALENTINO DANTAS PINAGÉ - 1847
PADRE MANOEL JOSÉ FERNANDES - 1846
BEL. FRANCISCO DE SOUZA RIBEIRO DANTAS - 1845
PADRE MANOEL JOSÉ FERNANDES - 1844
BEL. BASÍLIO QUARESMA TORREÃO JÚNIOR - 1842 – 1843
JOÃO CARLOS WANDERLEY - 1841
PADRE MANOEL JOSÉ FERNANDES - 1838 -1840
PADRE ANTONIO XAVIER GARCIA DE ALMEIDA - 1836 – 1837
PADRE FRANCISCO DE BRITO GEURRA - DE 2 DE FEVEREIRO DE 1835 A 20 DE MARÇO DE 1836
FRANCISCO DE BRITO GUERRA, natural de Campo Grande-RN, nascido em 18 de abril de 1777. Padre, professor de latim, vigário de Caicó, deputado provincial, senador do império, comendador da Ordem de Cristo. Foi um dos fundadores de “O NATALENSE”, fundado em 2 de setembro de 1832, primeiro jornal da Província do Rio Grande do Norte
A MESA DA ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA
- PERÍODO IMPERIAL – 1835-1889
PRIMEIRA MESA – 22/1835 A 20/3/1936
PRESIDENTE – PADRE FRANCISCO DE BRITO GUERRA
VICE-PRESIDENTE – PADRE JOÃO TEOTÔNIO DE SOUZA E SILVA
PRIMEIRO SECRETÁRIO – JOAQUIM XAVIER GARCIA DE ALMEIDA
SEGUNDO SECRETÁRIO – JOSÉ NICÁCIO DA SILVA
SEGUNDA MESA 1836 – 1837
PADRE ANTONIO XAVIER GARCIA DE ALMEIDA
PADRE MANOEL PINTO DE Castro
JOSÉ NICÁCIO DA SILVA
JOAQUIM INÁCIO GARCIA DE ALMEIDA
TERCEIRA MESA – 1837- 1838
PADRE ANTONIO XAVIER GARCIA DE ALMEIDA
PADRE MANOEL PINTO DE CASTRO
JOAQUIM XAVIER GARCIA DE ALMEIDA
JOSÉ NICÁCIO DA SILVA
QUARTA MESA – 1838- 1839
PADRE MANOEL JOSÉ FERNANDES
PADRE ANTONIO XAVIER GARCIA DE ALMEIDA
BASÍLIO QUARESMA TORREÃO JÚNIOR
PADRE MANOEL CASSIANO DA COSTA PEREIRA
QUINTA MESA – 1839-1840
PADRE MANOEL JOSÉ FERNANDES
PADRE ANTONIO GARCIA DE ALMEIDA
BASÍLIO QUARESMA TORREÃO JÚNIOR
PADRE MANOEL CASSIANO DA COSTA PEREIRA
6ª MESA – 1840/1841
PRESIDENTE - PADRE MANOEL JOSÉ FERNANDES
VICE-PRESIDENTE - PADRE ANTONIO GARCIA DE ALMEIDA
1º SECRETÁRIO – Basílio Quaresma Toprreão Júnior
2º SECRETÁRIO – Rafael Arcanjo Galvão
Período de: 1841Presidente: João Carlos WanderleyVice-Presidente : Bartolomomeu da Rocha Fagundes1 º Secretário: Rafael Aecanjo Galvão2º Secretário: Padre Manoel Cassiano da Costa Pereira
Período de: 1842Presidente: Bel. Basilio Quaresma Torreão JúniorVice-Presidente : João Wanderley1 º Secretário: Bel. Francisco de Souza Ribeiro Dantas2º Secretário: Rafael Arcanjo Galvão
Período de: 1843 Presidente: BasilioVice-Presidente : João Carlos Wanderlei1 º Secretário: Bel; Francisco de Souza Ribeiro Dantas
2º Secretário: Antonio José de Moura
Período de: 1844Presidente: Padre Manoel José FernandesVice-Presidente : Bel. Basilio1 º Secretário: Bel Francisco de Souza Ribeiro Dantas2º Secretário: Padre Luís da Fonseca Silva
Período de: 1845Presidente: Bel; Francisco de Souza Ribeiro DantasVice-Presidente : Bartolomeu da Rocha Fagundes1 º Secretário: Antonio José de Moura2º Secretário: José da Costa Pereira
Período de: 1846 –Presidente: Padre Manoel José Fernandes Vice-Presidente : Antonio Alvares Mariz1 º Secretário: João Carlos Wanderley2º Secretário: José Henrique de Oliveira
Período de: 1847Presidente: Bel. João Valentino Dantas PinajéVice-Presidente : João Inácio de Loiola Barros1 º Secretário: João Henrique de Oliveira2º Secretário: João Carlos Wanderley
Período de: 1848Presidente: João Inácop de Loiola BarrosVice-Presidente : Antônio José de Moura1 º Secretário: Padre Bartolomeu da Rocha Fagundes2º Secretário: Bel. Bráz Carrilho do rego Barros
Período de: 1849 –Presidente: Bel Francisco e Souza Ribeiro DantasVice-Presidente : Padre Bartolomeu da Rocha Fagundes1 º Secretário: Antonio José de Moura2º Secretário: Bel. Braz Carrilho do rego Barros
Período de: 1850 Vice-Presidente :Bel. Francisco de Souza Ribeiro Dantas
Vice - Padre José Manuel dos santos Brigido 1 º Secretário: Padre Bartolomeu da Rocha Fagundes2º Secretário: Antonio José de Moura
Peíodo de:1851
Presidente: Bel. Francisco de Souza Ribeiro DantasVice-Presidente : Padre Bartolomeu da Rocha Fagundes1 º Secretário: Bel. José Moreira Brandão Castelo Branco2º Secretário: José Henrique de Oliveira
Período de: 1852Presidente: Bel. Otaviano Cabral Raposo da CâmaraVice-Presidente : Elias Antônio Cavalcanti de Albuquerque1 º Secretário: Jerônimo Cabral Rasposo da Câmara2º Secretário: Padre Francisco Gomes de Oliveira
Período de: 1853Presidente: Bel. Otaviano Cabral Raposo da CâmaraVice-Presidente : Antonio Cavalcanti de Albuquerque1 º Secretário: Jerôni,o Cabral2º Secretário: Padre Manuel Ferreira Borges
Período de: 1854
Presidente: Padre Antonio Joaquim RodriguesVice-Presidente : Manuel de Melo Montenegro Pessoa1 º Secretário: Bel.Jerônimo Cabral Raposo da Câmara2º Secretário: PADRE Francisco Gomes de Oliveira
Período de: 1855Presidente: Padre Antonio Joaquim RodriguesVice-Presidente : Manuel de melo Montenegro Pessoa1 º Secretário: BEL. JerÕNIMO Cabral2º Secretário:Padre Florêncio
Período de: 1856Presidente: padre José de Matos SilvaVice-Presidente : Padre José Gabriel Pinheiro1 º Secretário: Bel; Francisco Xavier Pereira de Brito2º Secretário Bel. Antônio de Albuquerque Maranhão Cavalcanti Júnior:
Período de: 1857
Presidente: Amaro Carneiro Bezerra CavalcantiVice-Presidente : Padre Manuel Januário Bezerra Cavalcanti1 º Secretário: Francisco Xavier Pereira de Brito2º Secretário: Manuel Ferreira Nobre
Período de: 1585Presidente: Padre José de matos SilvaVice-Presidente : João Crisóstomo Cavalcanti de Albuquerque1 º Secretário: Bel. Francisco Xavier Pereira Júnior2º Secretário:João Francisco Barbalho Bezerra
Período de: Em março de 1859Presidente: Padre Joaquim Severino Ribeiro DantasVice-Presidente : Bel; Francisco Xavier Pereira de Brito1 º Secretário: João Francisco Barbalho Beserra2º Secretário:Manuel Ferreira Nobre
Período de: 1860Presidente: Bel Amaro Carneiro Bezerra CavalcantiVice-Presidente : Bel; Lodolfo Herculano Marinho Falcão1 º Secretário: Bel. Francisco Xavier Pereira de Brito2º Secretário: Manuel Ferreira Nobre Júnior
OBS.: Subatituto de Ferreira Nobre Júnior por Miguel Joaquim Almeida Castre
PERÍODO:1861Presidente: Bel. Lodolfo Herculano Marinho FalcãoVice-Presidente : José da Costa Villar1 º Secretário: João Francisco Barbalho Bezerra2º Secretário:Manoel Ferreira Nobre Júnior
PERÍODO:1862Presidente: Amaro CarneiroVice-Presidente : João Maria de Albuquerque Melo1 º Secretário: Francisco Xavier de Albuquerque Melo2º Secretário: Antônio Fernandes Trigo de Loureiro
PERÍODO:1863Presidente: Amaro CarneiroVice-Presidente : João Inácio de Loila Barros1 º Secretário: Francisco Xavier Pereira de Brito2º Secretário: Antonio Fernandes Trigo de Loureiro
PERÍODO:1864Presidente: 10 a 25 de junho d 1864Vice-Presidente : Padre Bartolomeu da Rocha Fagundes1 º Secretário: João Carlos Wanderley2º Secretário:Francisco Gomes da Silva
PERÍODO: 1864- Sessão ordinária. 26 de outubro em diante
Presidente: Bel José Moreira Brandão Castelo BrancoVice-Presidente : Dr. Luiz Carlos Lins Wanderley1 º Secretário: Dr. Vicente Inácio Pereira2º Secretário:José Alves da Silva (Serviu o bel. Cândido de Sales e Silva, interino)
PERÍODO:1865Presidente: Bel. José Moreira Brandão Castelo BrancoVice-Presidente : Bel. Otaviano Cabral Raposo da Câmara1 º Secretário: Dr. Vicente Inpacio Pereira2º Secretário:Luiz Ferreira Nobre Pelinca
PERÍODO:1866Presidente: Bel. Otaviano CabralVice-Presidente : Bel. Bartolomeu de Peopoldino Dantas1 º Secretário: Padre Bartolomeu da Rocha Fagundes2º Secretário:Padre Luis Ferreira Nobre Pelinca
PERÍODO:1867Presidente: Bel. Otaviano CabralVice-Presidente : Bel. Bartolomeu de Leopoldino Dantas1 º Secretário: Padre Bartolomeu da Rocha Fagundes2º Secretário:Padre João Manoel de Carvalho
PERÍODO:1868Presidente: Amaro CarneiroVice-Presidente : Padre Antonio Joaquim Rodrigues1 º Secretário: Bel. Hermógenes Joaquim Barbosa Tinoco2º Secretário:Jeferson Mirabeau de Mora Soares
PERÍODO:1869 – A Assembléia não se reuniu em 1869PERÍODO:1870 Presidente: Bel. Jerônimo CabralVice-Presidente : Padre Antonio Joaquim Rodrigues1 º Secretário: Bel. Jerônimo Cabral2º Secretário:Bel. Francisco Amintas da Costa Barros
PERÍODO:1871Presidente: Bel Jerônimo Cabral Raposo da CâmaraVice-Presidente : Padre Antonio Joaquim Rodrigues1 º Secretário: Bel Francisco Amintas2º Secretário:Afonso de Paula de Albuquerque Maranhão
PERÍODO:1872Presidente: Bel. Francisco Gomes da SilvaVice-Presidente : Bel. Francisco Clementino de Vasconcelos Chaves1 º Secretário: Rafael Arcanjo da Fonseca2º Secretário:Dr. Henrique Leopoldo Soares MAranhão
PERÍODO:1873Presidente: Francisco Gomes da SilvaVice-Presidente : Francisco Clementino de Vasconcelos Chaves1 º Secretário: Henrique Leopoldo2º Secretário:José Alexandre de Amorim Garcia
PERÍODO:1874Presidente: Francisco GomesVice-Presidente : Francisco Clementino1 º Secretário: Bel. Avelino Idefonso de Oliveira Azevedo2º Secretário:Francisco da Silva Saldanha
PERÍODO:1875Presidente: Francisco GomesVice-Presidente : Francisco Clementino1 º Secretário: Avelino Idefonso2º Secretário:Antonio Pinto de Morais Castro
PERÍODO:1876Presidente: Francisco GomesVice-Presidente : Padre João Manuel de Carvalho1 º Secretário: Antonio Pinto de Morais Casrtro2º Secretário:Luis Emidio Pinheiro da Câmara
PERÍODO:1877Presidente: Francisco GomesVice-Presidente : Francisco Clementino1 º Secretário: Emidio Pinheiro da Câmara2º Secretário:Ponciano Barreto Ferreira Souto
PERÍODO:1878Presidente: Bel. Manuel Quintinho da SilvaVice-Presidente : Antonio Basílio Ribeiro Dantas1 º Secretário: Bel Adalberto Elpidio de Albuquerque Figueiredo2º Secretário:José Bernardo de MEDEIROS
PERÍODO:1879Presidente: Antonio BasílioVice-Presidente : Antonio Bento de Araújo Lima1 º Secretário: Bel. Adalberto Elpidio2º Secretário:José Bernardo de Medeiros
PERÍODO:1880 – não se reuniu a Assembléia Legislativa
PERÍODO:1881– não se reuniu a Assembléia Legislativa
PERÍODO:188283Presidente: BEL EUCLIDES DIOCLECIANO DE ALBUQUERQUE, Nasceu na cidade de Aracati-CE, a 11 de junho de 1842. Bacharel pela Faculdade do Recife, foi promotor público de Maioridade (Martins), no período de 1866 a 1871 e de Mossoró, de 1876 a 1877. Exerceu o cargo de Delegado Especial do Inspetor Geral da Instrução Primária e Secundária do município da Corte do Rio Grande do Norte, e foi deputado provincial em várias legislaturas.
Eleito presidente da Câmara Municipal de Mossoró para o biênio 1881-1883, não presidiu uma só sessão durante o biênio. ‘Todo o período administrativo em que lhe competia dirigir foi administrado por Manuel Benício de Melo, escolhido por seus pares” para seu substituto.
Vice-Presidente : José Bernardo de Medeiros1 º Secretário: Padre José Joaquim Fernanandes2º Secretário:Bel. Augusato Leopoldo Raposo da Câmara
PERÍODO:1883Presidente: José BernardoVice-Presidente : Antonio Basilio Ribeiro dantas1 º Secretário: Bel; Augusto Leopoldo2º Secretário:Dr. Francisco Pinheiro de Almeida Castro
PERÍODO:1884Presidente: Bel. José Moreira Brandão Castelo BrancoVice-Presidente : Conego Idalino Fernandes de Souza1 º Secretário: Padre José Joaquim Fernandes2º Secretário:Luís Francisco de Araújo
PERÍODO:1885Presidente: José BernardoVice-Presidente : Tomás José de Sena1 º Secretário: Francisco Gomes da Rocha Fagundes2º Secretário:
PERÍODO: 1886 – (extraordinária em março)Presidente: José gervásio de Amorim GarciaVice-Presidente : Antonio Soares de Macedo1 º Secretário: Joaquim Pacheco Dantas2º Secretário:Antonio Carlos Fernandes Pimenta
PERÍODO:1886 – ordinária em abril)Presidente: José Gervásio de Amorim GarciaVice-Presidente : Antonio Soares de Macdo1 º Secretário: Bel. Luis Antonio Ferreira Souto2º Secretário:Antonio Carlos Fernandes Pimenta
PERÍODO:1887Presidente: José GervásioVice-Presidente : Antonio Soares de MACDO1 º Secretário: Bel. Luís Antonio Ferreira Souto2º Secretário:Egidio Gomes de Brito
PERÍODO:1888Presidente: Bel. José Moreira Brandão Castelo BrancoVice-Presidente : Fabrício Gomes de Albuquerque Maranhão1 º Secretário: Bel Manuel de Carvalho e Souza2º Secretário:Bel. João Carlos da Silva Guimarães
PERÍODO:1889Presidente: Bel. José MoreiraVice-Presidente : Ovidio de Melo Montenegro Pessoa1 º Secretário: Bel. Manuel de Carvalho e Souza2º Secretário:Bel. João Carlos da Silva Guimarães
Reuniu-se de 16 de julho a 16 de dezembro de 1889. Dissolvida na “proclamação da República”
PERÍODO:1890 – Período RepublicanoPERÍODO:1891 – Constituinte (10 de junho a 21 de julho de 1891)Presidente: Bel José Inácio Fernandes BarrosVice-Presidente : José Gervásio de Amorim Garcia1 º Secretário: Joaquim Guilherme de Souza Caldas2º Secretário:Bel. Felipe Neri de Brito Guerra
José Inácio deixou a presidência em 13 de junho de 1891
PERÍODO:1891Presidente: José GervásioVice-Presidente : Bel. Manuel de Carvalho e Souza1 º Secretário: Joaquim Guilherme de Souza Caldas2º Secretário:Felipe Neri de Brito Guerra
Felipe Guerra renunciou e foi substituído, a 22 de setembro de 1891 pelo acadêmico João Alves de Oliveira
PERÍODO:1892 – Constituinte e Legislativa ordináriaPresidente: Jerônimo Américo Raposo da CâmaraVice-Presidente : Bel. Hermógenes Barbosa Tinoco1 º Secretário: Auguysto Severo de Albuquerque Maranhão2º Secretário:Manoel Moreira Dias
PERÍODO:1893 –Presidente: Jerônimo Américo Raposo da CâmaraVice-Presidente : Bel. Hermógenes Barbosa Tinoco1 º Secretário: Manoel Moreira Dias2º Secretário:Bel Luís Manuel Fernandes Sobrinho
PERÍODO:1894Presidente: Jerônimo AméricoVice-Presidente : Bel. Hermógenes Joaquim1 º Secretário: Manuel Moreira Dias2º Secretário:Luiz Manuel Fernandes Sobrinho
PERÍODO:1895Presidente: Manuel Moreira DiasVice-Presidente : Fabrício maranhão1 º Secretário: Bel. Luiz Manoel Fernandes Sobrinho2º Secretário:Bel. João Dionísio Filgueira
PERÍODO:1896Presidente: Manuel Moreira DiasVice-Presidente : Fabrício maranhão1 º Secretário: Bel. Luiz Manoel Fernandes Sobrinho2º Secretário:Bel. João Dionísio Filgueira
PERÍODO:1897Presidente: Fabrício MaranhãoVice-Presidente : Bel. Luiz Manuel1 º Secretário: Bel. João Dionisio Filgueira2º Secretário:Bel. Augusto Bezerra Cavalcanti
PERÍODO:1898 – (Constituinte e Legislativa ordinária)Presidente: Fabrício MaranhãoVice-Presidente : João Dionísio1 º Secretário: Bel. Francisco de Albuquerque Melo2º Secretário:Joaquim José Correia
PERÍODO:1899 –Presidente: Fabrício MaranhãoVice-Presidente : João Dionísio1 º Secretário: Bel. Francisco de Albuquerque Melo2º Secretário:Joaquim José Correia
PERÍODO:1900Presidente: Fabrício MaranhãoVice-Presidente : João Dionísio1 º Secretário: Bel. Francisco de Albuquerque Melo2º Secretário:Joaquim José Correia e Pedro Saores de Araújo

PERÍODO:1901Presidente: Fabrício MaranhãoVice-Presidente : Bel. Francisco Pinto de Abreu1 º Secretário: Pedro Soares de Araújo2º Secretário:Joaquim José Correia
PERÍODO:1902Presidente: Fabrício MaranhãoVice-Presidente : Bel. Francisco Pinto de Abreu1 º Secretário: Pedro Soares de Araújo2º Secretário:Joaquim José Correia
PERÍODO:1903Presidente: Fabrício MaranhãoVice-Presidente : Bel. Francisco Pinto de Abreu1 º Secretário: Pedro Soares de Araújo2º Secretário:Joaquim José Correia
PERÍODO:1904Presidente: Fabrício MaranhãoVice-Presidente : Bel. Francisco Pinto de Abreu1 º Secretário: Pedro Soares de Araújo2º Secretário:Joaquim José Correia
PERÍODO:1905 – (extraordinária em janeiro. Ordinária em julhoPresidente: Fabrício MaranhãoVice-Presidente : Bel. Francisco Pinto de Abreu1 º Secretário: Pedro Soares de Araújo2º Secretário:Joaquim José Correia
PERÍODO:1906 – (Extraordinária em fevereiro)Presidente: Fabrício MaranhãoVice-Presidente : Bel. Francisco Pinto de Abreu1 º Secretário: Pedro Soares de Araújo2º Secretário:Joaquim José Correia
PERÍODO:1907 – Constituinte em março)Presidente: Fabrício MaranhãoVice-Presidente : Bel. Francisco Pinto de Abreu1 º Secretário: Bel. Manuel Dantas2º Secretário: Joaquim José Correia
PERÍODO:1908Presidente: Fabrício MaranhãoVice-Presidente : Pedro Soares de Araújo1 º Secretário: Bel. Manuel Dantas2º Secretário:Emídio Avelino
PERÍODO:1909Presidente: Fabrício MaranhãoVice-Presidente : Pedro Soares de Araújo1 º Secretário: Bel. Manuel Dantas2º Secretário:Emídio Avelino
PERÍODO:1910Presidente: Fabrício MaranhãoVice-Presidente : Pedro Soares de Araújo1 º Secretário: Bel. Joaquim José Correia2º Secretário:Antonio Saboia de Sá Leitão
PERÍODO:1911Presidente: Fabrício MaranhãoVice-Presidente : Pedro Soares de Araújo1 º Secretário: Joaquim José Correia2º Secretário Antonio Saboia
PERÍODO:1912Presidente: Fabrício MaranhãoVice-Presidente : Pedro Soares de Araújo1 º Secretário: Joaquim Correia2º Secretário:Manuel Mauricio Freire
PERÍODO:1913 – (Extraordinária)Presidente: Fabrício MaranhãoVice-Presidente : Pedro Soares de Araújo1 º Secretário: Joaquim Correia2º Secretário:Dr. Antonio SoaresJúnior
PERÍODO:1913 – (Ordinária)Presidente: Pedro SoaresVice-Presidente : Joaquim Correia1 º Secretário: Bel. Sérgio PAES Barreto2º Secretário:Dr. Antonio Soares Júnior
PERÍODO:1914Presidente: Fabrício MaranhãoVice-Presidente : Pedro Soares de Araújo1 º Secretário: Joaquim Correia2º Secretário:PADRE TERTULIANO FERNANDES
PERÍODO: 1915 – (Constituinte)
Presidente: Bel. Henrique Castricianode SouzaVice-Presidente : Joaquim Correia1 º Secretário: Bel. Moisés Soares de Araújo2º Secretário:Bel. Luiz Potiguar de Oliveira Fernandes
PERÍODO:1915 – (Ordinária)Presidente: Bel. Henrique Castriciano (Vice-Governador, PRESIDENTE DO Congresso Legislativo)Vice-Presidente : Pedro Soares1 º Secretário: Dr. Antonio Soares Júnior2º Secretário:Padre Tertuliano Fernandes
PERÍODO:1916Presidente: Bel Henrique CastricianoVice-Presidente : Joaquim Correia1 º Secretário: Padre Tertuliano Fernands2º Secretário:Bel. Paulo Maranhão
PERÍODO:1917Presidente: Bel Henrique CastricianoVice-Presidente : Joaquim Correia1 º Secretário: Padre Tertuliano Fernandes2º Secretário:Bel. Joaquim Inácio de Carvalho Filho
PERÍODO:1918Presidente: Henrique CastricianoVice-Presidente : Joaquim Correia1 º Secretário: Bel. João Vicente da Rocha2º Secretário:Bel. Francisco Cabral

PERÍODO:1919Presidente: Henrique CastricianoVice-Presidente : João Tinoco1 º Secretário: Bel. João Vicente da Costa2º Secretário:bel. Francisco Cabral
PERÍODO:1920Presidente: Bel. Henrique Castriciano – Reeleito Vice-Governador do EstadoVice-Presidente : Pedro Soares1 º Secretário: Bel. Francisco cabral2º Secretário:Dr. Octávio Varela
PERÍODO:1921Presidente: Henrique CastricianoVice-Presidente : Pedro Soares1 º Secretário: Dr. Rafael Gurjão Fernandes2º Secretário:Bel. José Ferreira de Souza
PERÍODO:1922Presidente: Henrique CastricianoVice-Presidente : Pedro Soares1 º Secretário: Joaquim Inácio Torres2º Secretário:João Gomes Teixeira
PERÍODO:1923Presidente: Henrique CastricianoVice-Presidente : Pedro Soares1 º Secretário: Joaquim Inácio Torres2º Secretário:João Gomes Teixeira
PERÍODO:1924Presidente: Augusto Leopoldo Raposo da Câmara – Vice-Governador, Presidente do Congresso LegislativoVice-Presidente : Felinto Elisio de Oliveira Azevedi1 º Secretário: Bel. Adauto Raposo da Câmara2º Secretário:Bel. João Epitácio Fernandes Pimenta
PERÍODO:1925Presidente: Bel Augusto Leopoldo Raposo da CâmraVice-Presidente :Felinto Elisio1 º Secretário: Adauto Câmara2º Secretário:Emidio Cardoso Sobrinho
PERÍODO:1926 – Constituinte e OrdináriaPresidente: Bel Augusto Leopoldo Raposo da CâmraVice-Presidente :Felinto Elisio1 º Secretário: Adauto Câmara2º Secretário:Emidio Cardoso Sobrinho
PERÍODO:1927Presidente: Bel. Augusto LeopoldoVice-Presidente : Felinto Elísio1 º Secretário: Bel. Emidio Cardoso2º Secretário:Bel. José Gomes da Costa
PERÍODO:1928
Presidente: Bel. Joaquim Inácio de Carvalho Filho – Vice-Presidente do ESTADO, presidente da Assemléia LegislativaVice-Presidente : Felinto Elisio1 º Secretário: Bel. Emidio Cardoso2º Secretário:Bel. José Gomes da Costa
PERÍODO:1929Presidente: Bel. Joaquim Inácio de Carvalho Filho Vice-Presidente : Felinto Elisio1 º Secretário: Bel. Emidio Cardoso2º Secretário:Bel. José Gomes da Costa
PERÍODO:1930Presidente: BEL. Joaquim InácioVice-Presidente : Felinto Elisio1 º Secretário: Bel. Renato Dantas2º Secretário:Joaquim Inácio Torres
Obs.: A Assembléia Legislativa foi dissolvida em 6 de outubro de1930
-PERÍODO POST-REVOLUCIONÁRIO
PERÍODO:1935 – Constituinte (28 de outubro de 1935 a 22 de fevereiro de 1936)Presidente: Monsenhor João da Matha PaivaVice-Presidente : Felinto Elisio de Oliveira Azevedo1 º Secretário: Franciso Gonzaga Galvão2º Secretário:Glicério Cícero de Oliveira
PERÍODO: 1936 – (1º de setembro a30 de novembro de 1936)Presidente: Monsenhor João da MathaVice-Presidente : Felinto Elisio1 º Secretário: Francisco Gonzaga Galvão2º Secretário:Glicério CICERO de Oliveira
Pedro Soares de Aeaújo Amorim substituiu Felinto Elisio, licenciado a 15 de outubro de 1936
PERÍODO:1937 – Ordinária (1º de setembro a 10 de novembro de 1937)Presidente: Monsenhor João MathaVice-Presidente : Dr. Pedro Soares de Araújo Amori1 º Secretário: Francisco Gonzaga Galvão2º Secretário:Glicério Cícero de Oliveira
Mariano Coelho substituiu Francisco Gonzaga, renunciante, a 2 de setembro de 1937
Dissolvida a Assembléia Legislativa pelo Golpe de Estado de 10 de novembro de 1937
CONSTITUINTE DE 1937
PERÍODO:
Presidente: Pedro Soares de Araújo AmorimVice-Presidente : Alfredo Mesquita Filho1 º Secretário: Arnaldo Barbalho Simonetti2º Secretário: Walter da Fonseca Wanderley3º Secretário: Jofre Ariston de Araújo4º Secretário: Antonio Ferreira Dias
JOSÉ FERREIRA DE SOUZA – Bacharel peça Faculdade de Direito do Recife com curso de distinção em todas as matérias.Orador da turma CONCORRENDO AO PRÊMIO DE VIAGEM. Advogado, Vice prsidente do Instituto Brasileiro dos Advogados no Rio por duas vezes Membro do 1º Conselho Penitenciário do Rio Grande do Norte. Professor catedrático da Faculdade Nacional de Direito da Universidade do Brasil, bem como professor catedrático da Faculdade de Direito da Pontificia Universidade do Rio de Janeiro e ainda professor contratado de Direito Internacional Público e de Direito Comercial da Faculdade Nacional de Direito, além de outras.
Como político foi deputado à Assembleia Constituinte do estado em 1926. Deputado Federal (1934), Senador eleito em 12942 à Assembléia Constituinte de 1946, como candidato da UDN. Lider da bancada e desse mesmo partido, integrou a comitiva, em 1949. Ocupopu ainda várias e elevadas funções públicas, como brilhante desempenho. Faleceu no Rio de JANEIRO A 14 DE MAIO DE 1975.
PERÍODO LEGISLATIVO DE 27 DE NOVEMBRO DE 1947 A 2 DE AGOSTO DE 1948
PERÍODO:1948Presidente: Des. Tomás Salustiano Gomes de Melo – vice-governador do Estado1ºVice-Presidente : Pedro Soares de Araújo Amorim2º Vice-Presidente : Alfredo Mesquita2º Secretário Arnaldo Barbalho Simonett3º Secretário: Walter da Fonseca wanderley4º Secretário: Jofre Ariston de Araújo5º Secretário: Antonio Pereira de Araújo
PERÍODO:1949Presidente: Des. Tomás Salustiano Gomes de Melo – vice-governador do Estado1º Vice-Presidente : Pedro Soares de Araújo Amorim2º Vice-Presidente: Alfredo Mesquita1º Secretário Arnaldo Barbalho Simonett2º Secretário: Túlio Augusto Fernandes de Oliveira3º Secretário: Aderson Dutra de Almeida4º Secretário: Nicudemus da Silveira Martins
PERÍODO:1949
Presidente: Des. Tomás Salustiano Gomes de Melo – vice-governador do Estado1º Vice-Presidente : Pedro Soares de Araújo Amorim2º Vice-Presidente: Alfredo Mesquita1º Secretário Arnaldo Barbalho2º Secretário: Walter da Fonseca3º Secretário: CosmeCorsino de Lemos4º Secretário: Aderson Dutra de Almeida
PERÍODO:1950Presidente: Des. Tomás Salustiano Gomes de Melo – vice-governador do Estado1º Vice-Presidente : Pedro Soares de Araújo Amorim2º Vice-Presidente: Abelardo Calafange1º Secretário: Jerônimo Dix-huit Rosado Maia2º Secretário: Sérvulo Pereira de Araújo3º Secretário: Antônio Pereira Dias4º Secretário: Alfredo Augusto Santana
PERÍODO:1951
Presidente: Silvio Piza Pedro Vice-Governador
1º Vice-Presidente : Ezequiel Epaminondas da Fonseca Filho2ºVice Presidente: José Nicodemus da Silveira Martins1º Secretário: Raul da França Alencar2º Secretário: João Neto Guimarães3º Secretário: Francisco Bilac de Faria4º Secretário:José Patrício de Figueirdo Neto – ZUCA PATRÍCIO DE ALEXANDRIA
O vice-governador Sylvio Piza Pedroza substituiu o governador Jerônimo Dix-sept Rosado Maia em caráter efetivo a16 de julho de 1951. 1º Vice-Presidente, Dr. Ezequiel Epaminondas,
PERÍODO:1952Presidente: EZEQUIEL Epaminondas da Fonseca Filho, 1º vice-presidente no exercício pleito da Presidência2ºVice Presidente:Mariano Coelhp 1º Secretário: Aluísio Gonçalves Bezerra2º Secretário: Genésio Cabral de Macedo3º Secretário: Ramiro Pereira da Silva4º Secretário: Francisco Teódulo Avelino
PERÍODO:1953/56
Presidente: Maltez Fernandes, Natural de Caraúbas, nascido em 1904, era formado em Medicina, dedicou-se a profissão de Médico e a política, eleito deputado estadual por duas vezes.
1º Vice-Presidente : Odorico Ferreira de Souza, , NATURAL DE Santa Cruz-RN, nascido a 27 de julho de 1908 e em Natal, a 17 de março de 2002. Formou-se em agronomia na Escola Mineira de Agricultura e Veterinária em 1929. retornou para o Rio Grande do Norte e iniciou sua vida política na cidade onde nasceu. “Ele tinha uma forte liderança política e faltava muito bem”. Foi membro do Partido Popular e liderou a campanha de Rafael Fernandews ao Governo do Estado. Em 1935 foi prefeito de Santa Cruz e permaneceu no cargo até 1943. Em 1946 foi deputado estadual pela primeira vez, cargo que ocupou por mais outro mandato, integrando o a União Democrática Nacional- UDN,
Odorico também foi diretor do Departamento de Agricultura, durante o período de intervenção do General Antonio Fernandes. Ele ainda ocupou as secretarias de Finanças, na administração de Dinarte Mariz e de Agricultura, na administração do monsenhor Walfredo Gurgel. Em meados da década de 50, Odorico foi para o Rio de Janeiro dirigir o Departamento de Cooperativismo do Incra. Retornou para o Estado e abandonou a vida política para se dedicar ao jornalismo e à polícia.
Ele era uma pessoa tranqüila e apaixonada pela literatura, música e poeta,. Foi o primeiro chefe de redação do jornal Tribuna do Norte. Nas horas vagas gostava de escrever poesias. Pai do atual vice-governador Iberê Ferreira de Souza.
1º Secretário: Genésio Cagral2º Secretário: Carlos Borges3º Secretário: Batista Montenegro4º Secretário: Solon Sobrinho4º Secretário:
PERÍODO:19541º Vice-Presidente : Maltez Fernandes2ºVice Presidente: Antonio Soares de Araújo Filho1º Secretário: Túlio Augusto Fernandes de Oliveira2º Secretário: José Cortez Pereira de Araújo3º Secretário: 4º Secretário:
PERÍODO:1955Presidente: 1º Vice-Presidente : Ubaldo Bezerra de Melo2ºVice Presidente: Antonio Pereira de Macedo1º Secretário: Jocelyn Vilar de Melo2º Secretário: Clovis Coutinho da Mota3º Secretário: 4º Secretário:
PERÍODO:1956Presidente:José Augusto Varela, vice-governador do Estado e presidente da AL1º Vice-Presidente: Ubaldo Bezerra de Melo2ºVice Presidente: Antonio Pereira de Macedo1º Secretário: Jocelin Vilar de Melo2º Secretário: Clovis Coutinho da Mota3º Secretário: 4º Secretário:
PERÍODO:1957Presidente: José Augusto Varela1º Vice-Presidente: Jocelin Vilar2ºVice Presidente: Antonio Pereira de Macedo1º Secretário: Genésio Cabral de Macedo2º Secretário: Miguel Rocha Sobrinho3º Secretário: 4º Secretário:
PERÍODO:1958Presidente: José Augusto Varela1º Vice-Presidente: Roberto Pereira Varela2ºVice Presidente: Mota Neto1º Secretário: Jocelin Vilar2º Secretário: Ney Aranha Marinho3º Secretário: 4º Secretário:
PERÍODO:1959Presidente: José Augusto1º Vice-Presidente: Jerônimo Vingt Rosado Maia2ºVice Presidente: Luiz Matanhão Filho1º Secretário: Valdemar de Souza Veras2º Secretário: Roberto Pereira Varela3º Secretário: 4º Secretário:
PERÍODO:1960Presidente: José Augusto Varela1º Vice-Presidente: Vicente da Mota2ºVice Presidente: José Vasconcelos da Rocha1º Secretário: Roberto Pereira Varela2º Secretário: Valdemar de Souza Veras3º Secretário: 4º Secretário:
PERÍODO:1961Presidente: José Augusto Varela, Presidente até 31 de janeiro de 1961Presidente: Monsenhor Walfredo Gurgel, Presidente a partid desta data1ºVice Presidente: Vicente da Mota Neto2º Vice Presidente:José Vasconcelos da Rocha2º Secretário: Roberto Pereira Varela3º Secretário: Waldemar de Souza Veras4º Secretário:
PERÍODO:1962Presidente: Monsenhor Walfredo Gurgel1º Vice-Presidente: Garibaldi Alves2ºVice Presidente: Pedro de Lucena Dias1º Secretário: Israel Ferreira Nunes2º Secretário: Carlos Borges de Medeiros3º Secretário: 4º Secretário:
PERÍODO:1963Presidente: Theodorico Bezerra, Vice-governador e Presidente da Assembléia Legislativa1º Vice- Presidente:Roberto Pereira Varela2ºVice Presidente: Pedro Lucena1º Secretário: Radir Pereira2º Secretário: José da Silveira Pinto3º Secretário: 4º Secretário:
PERÍODO:1964Presidente: Theodorico Bezerra1º Vice- Pedro Lucena2ºVice Presidente: Roberto Pereira Varela1º Secretário: Jácio Piuza2º Secretário: Boanerges Barbalho3º Secretário: 4º Secretário:
PERÍODO:1965Presidente: Theodorico Bezerra1º Vice- Roberto Varela2ºVice Presidente: Ezequiel Ferreira1º Secretário: Jácio Fiuza2º Secretário: Luciano Veras Saldanha3º Secretário: 4º Secretário:
PERÍODO:1966Presidente: Clovis Coitinho da Mota1º Vice- Milton Marinho2ºVice Presidente: José da Silveira Pinto1º Secretário: Jocelyn Vilar2º Secretário: Aderson Dutra de Almeida
PERÍODO:1967Presidente: Clovis Coitinho da Mota1º Vice- Milton Marinho2ºVice Presidente: José da Silveira Pinto1º Secretário: Jocelyn Vilar2º Secretário: Aderson Dutra de Almeida
PERÍODO:1968Presidente: Clovis Coitinho da Mota1º Vice- Milton Marinho2ºVice Presidente: José da Silveira Pinto1º Secretário: Jocelyn Vilar2º Secretário: Aderson Dutra de Almeida
PERÍODO:1969Presidente: Clovis Coitinho da Mota1º Vice- Milton Marinho2ºVice Presidente: José da Silveira Pinto1º Secretário: Jocelyn Vilar2º Secretário: Aderson Dutra de Almeida
PERÍODO:1970Presidente: Clovis Coitinho da Mota1º Vice- Milton Marinho2ºVice Presidente: José da Silveira Pinto1º Secretário: Jocelyn Vilar2º Secretário: Aderson Dutra de Almeida
PERÍODO:12/03/1971 a 15/03/1973 – ELEIÇÃO A 02/02/1971Presidente: Clovis Coutinho da Mota, Vice governador e presidente da Assembléia Legislativa até 12 de março de 1971PRESIDENTE – Deputado Moacir Torres Duarte1ºVice Presidente: Milton Marinho2º Vice Presidente: Antonio Severiano da Câmara Filho2º Secretário: Edilson Lima de Moura ROLIM3º Secretário: Iberê Ferreira de Souza4º Secretário:
PERÍODO:1962Presidente: 1º Vice- 2ºVice Presidente: 1º Secretário: 2º Secretário: 3º Secretário: 4º Secretário:

PERÍODO:1957Presidente: José Augusto VarelaVice-Presidente : Joceçin Vilar1 º Secretário: Antonio Pereira de Macedo2º Secretário:Genésio
PERÍODO:Presidente: Vice-Presidente : 1 º Secretário: 2º Secretário:
PERÍODO:Presidente: Vice-Presidente : 1 º Secretário: 2º Secretário:
PERÍODO:Presidente: Vice-Presidente : 1 º Secretário: 2º Secretário:
PERÍODO:Presidente: Vice-Presidente : 1 º Secretário: 2º Secretário:
PERÍODO:1971/73
Presidente: Dep. Moacyr Torres Duarte - 1971 a 1973Vice-Presidente : 1 º Secretário: 2º Secretário:
PERÍODO:1973/75
Presidente: Vice-Presidente : Dep. Ezequiel Ferreira de Souza 1 º Secretário: 2º Secretário:
PERÍODO:1975/77
Presidente: Vice-Presidente : Dep. Dary Dantas - 1 º Secretário: 2º Secretário:
PERÍODO:1977/79
Presidente: Vice-Presidente : Dep. Alcimar Torquato 1 º Secretário: 2º Secretário:
PERÍODO:1979/81
Presidente: Dep. Luiz Antônio Vidal Vice-Presidente : 1 º Secretário: 2º Secretário:
PERÍODO:1981/83
Presidente: Dep. Carlos Augusto Rosado, natural de Mossoró, nascido a 31/10/44, filho de Jerônimo Dix-Sept Rosado Maia (25/3/11 -12/7/51), filho de Jerônimo Rosado e de Isaura Rosado Maia; e de Adalgisa de Souza Rosado, natural de Mossoró, nascida a 7/7/1919, filha de João Câncio de Souza 98/3/1890 – 17/6/1933) e de Amélia Ferreira de Souza 92/11/1895). Casou-se em 12/12/74 com Rosalba Ciarline, ex-prefeita de Mossoró em 3 mandatos. Foi deputado estadual em várias legislaturas, exercendo posições de liderança, chegando a presidência da Assembléia Legislativa. É Reconhecido por toda a crônica política potiguar como um dos mais sábios articuladores político do Estado. Ele não aceita tal conceito, preferindo ser conhecido apenas como um simples deputado aposentado de Mossoró. E o principal mentor político do seu grupo denominado de Rosalbismo. Preferiu não exercer nenhum cargo direto nas 3 administrações de sua esposa, reservando para si um papel de conselheiro.Vice-Presidente : 1 º Secretário: 2º Secretário:
PERÍODO:1985/87
Presidente: Dep. Willy Saldanha Vice-Presidente : 1 º Secretário: 2º Secretário:
PERÍODO:1987/89
Presidente: Vice-Presidente : Dep. Nelson Freire 1 º Secretário: 2º Secretário:
PERÍODO:1989/91
Presidente: Dep. Vivaldo Costa - 1989 a 1991Vice-Presidente : 1 º Secretário: 2º Secretário:
PERÍODO:1991/93
Presidente: JOSÉ ADÉCIO DA COSTA, natural de Pedro Avelino-RN, nascido a 21 de setembro de 1944. No dia 15/11/1986 elegeu-se deputado estadual pela legenda do PL, se reelegendo nos pleitos eleitorais de 3/10/1990. 4/10/98 e 6/10/2002, estando atualmente em seu 5º mandato. É casado com Neide Suely Muniz Costa, ex-prefeita de Pedro Avelino em dois mandatos. De 1989 a 1993 e de 1997 a 2001. No último pleito eleitoral municipal seu filho José Adécio da Costa Filho – ADECINHO fora candidato a prefeito de Pedro Avelino, pela legenda do PFL, o qual conquistou 2.507 votos, mas perdeu as eleições para o candidato do PMDB, senhor Adcleiton Batista da Trindade que obteve 2.811 votos, conquistando assim sua reeleição, mas não assumiu o cargo, tendo em vista que no dia 15/15/04, a Drª Alba Paulo de Azevedo, Juíza da 48ª Zona Eleitoral da Comarca de Pedro Avelino ter cassado o diploma do candidato vencedor e diplomando o segundo colocado, porém, no dia 26/12/04 o STE suspendeu a diplomação de ADECINHO e em 01/01/2005, quem tomou posse como prefeito foi o presidente da Câmara Municipal, o edil Rômulo Figueiredo (PDT).
Vice-Presidente : 1 º Secretário: 2º Secretário:
PERÍODO:1993/95
Presidente: RAIMUNDO NONATO FERNANDES PESSOA, popularmente conhecido por “RAIMUNDO BIGODÃO”, natural de São Miguel-RN, nascido a 11/7/1943. Ingressa na política no ano de 1976, quando em 15/11, juntamente com seu companheiro de chapa, na pessoa de Miguel Feliz da Silva, foram eleitos para os mandatos de prefeito e vice-prefeito respectivamente em São Miguel. Em 15/11/82 foi eleito deputado estadual, pela legenda do PDS, reeleito em 15/11/86. Em 3/10/1990, Raimundo Bigodão conquista seu 3º mandato. No pleito eleitoral de 1994, ele resolve não disputar seu 4º mandato, cedendo a vaga para sua esposa, dona Maria Gisenira D. de Freitas. Em 1998, tenta uma vaga para o Senado Federal, não conseguindo êxito, já sua esposa não consegue sua reeleição na Assembléia Legislativa. Em 2002, Raimundo Fernandes retorna ao Palácio José Augusto.
Raimundo Fernandes vem de uma tradicional família política na Tromba do Elefante, seu pai Hesíquio Fernandes de Sá foi prefeito de São Miguel em três períodos, em 1946, nomeado pelo Interventor Georgino Avelino (31/7/1897 – 3/4/1959). Em 1948 foi eleito prefeito constitucional de São Miguel, retornando ao cargo em 1958. Seu irmão, Sebastião Pessoa Fernandes em 1989 se elege prefeito de São Miguel. Em 2004, sua irmã, dona Maria do Socorro Fernandes foi eleita prefeita da cidade de Venha Ver. No pleito eleitoral deste ano, Raimundo Bigodão será candidato à reeleição com apoio de Chiquinho.
PERÍODO 1995/97
Vice-Presidente : Dep. Leonardo Arruda - 1995 a 19971 º Secretário: 2º Secretário:
PERÍODO:1997/2003
Presidente: Dep. Álvaro Costa Dias – 1997/1999 a 2003 ----21 - ALVARO COSTA DIAS, natural de CAICÓ-RN, nascido a 4 de setembro de 1959, filho de Adjuto Dias de Araújo e de Cleonice Costa Dias. É formado em medicina pela Universidade Federal do RIO Grande do Norte. Foi Secretário Municipal de Saúde de Natal (1989/1990). Em 15 de de outubro de 1988 foi eleito vice-prefeito de Caicó, na chapa encabeçada por Manoel Pereira Torres. Em 1990 foi eleito deputado estadual, reeleito nos pleitos eleitorais seguintes: 1994 e 1998. Em 2002 foi eleito depútado federal. Em 2006 retornou à Assembléia LEGISLATIVA.
Vice-Presidente : 1 º Secretário: 2º Secretário:
PERÍODO:1999/2001Presidente: Alvaro Dias - ReeleitoVice-Presidente : 1 º Secretário: 2º Secretário:
PERÍODO:2001/2003Presidente: Alvaro Dias - ReeleitoVice-Presidente : 1 º Secretário: 2º Secretário:
PERÍODO:2003/2005
Presidente: Vice-Presidente : Dep. Robinson Faria - 2003 a 20071 º Secretário: 2º Secretário:
PERÍODO:2003/2005Presidente: Robison FatiaVice-Presidente : 1 º Secretário: 2º Secretário:
PERÍODO:2005/2007Presidente: Robison FariaVice-Presidente : 1 º Secretário: 2º Secretário:
PERÍODO:2007/2011Presidente: Robinson Mesquita de Faria, natural de Natal-RN, nascido a 12 de abril de 1959 filho de Osmundo Araújo de Faria e de Janete Mesquita de Faria. Casado com Maria Niná Salustino de Faria. Bacharel em Direito pela URFN considera a política uma paixão e um sonho de criança. Advogado por formação, o deputado começou cedo a trabalhar nas empresas de sua família, mas sempre acalentando o desejo de ingressar na política. Em 1986, com o incentivo de um amigo irmão, ex-deputado Luiz Antonio Vidal, e com o apoio familiar, Robinson resolveu disputar sua primeira campanha, para deputado estadual. Na época, foi eleito o parlamentar mais jovem do Estado. Tendo como domicílio eleitoral o município de Monte Alegre, Robinson Faria cultiva uma forte ligação política com a região Agreste. Ao longo dos seus cinco mandatos, tornou-se o deputado estadual mais votado nas Eleições 2002, com 44.879 votos. Para ele, o resultado eleitoral foi um sinal de que seu trabalho tem sido aprovado. “Acho que vocação política você não descobre, você nasce com ela e é no dia a dia que ela vai aparecendo. Desde menino sempre gostei de acompanhar a política. Foi uma coisa que fluiu naturalmente dentro de mim”, comenta. Com destacado desempenho político, Robinson Faria já ocupou duas vezes o cargo de presidente da Comissão de Constituição e Justiça da Assembléia, foi 2o secretário, 1o secretário e vice-presidente da Assembléia (1995-1996), chegando nesta legislatura à presidência da Assembléia Legislativa. Na sua atividade, Robinson Faria tem procurado atender demandas de todos os setores e encaminhar soluções para os problemas mais diversos na educação, saúde, habitação, saneamento, segurança e agropecuária, além de ter como uma de suas principais metas abrir as portas da Assembléia para uma interação mais efetiva com a sociedade. Entre os projetos que tem apresentado ao longo de sua atuação como parlamentar, Robinson Faria destaca, em especial, o que propõe a criação de uma Loteria Estadual com o lucro revertido totalmente para os Fundos Estaduais e Municipais dos Direitos da Criança e do Adolescente. A lei foi promulgada em 27 de maio de 2002, e a loteria deverá ser implantada no atual governo. Será a única loteria do Brasil com o seu lucro totalmente voltado para o social. Outro projeto que destaca, é o que responsabiliza o Estado por pagar a energia elétrica de famílias de baixa renda que consumam até 50 kwh por mês, sendo as concessionárias de energia elétrica autorizadas a reduzir o consumo dessas famílias na sua contribuição fiscal. O projeto substitui o antigo “programa Pau Amarelo”, com a diferença que não discrimina nenhum consumidor cujo dispêndio se inclua na faixa prevista pela lei. Um dos motivos de orgulho para Robinson Faria é o fato de ter sido responsável por evitar a privatização da Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte, CAERN. Através de um projeto de Lei, o deputado obrigou o governo do Estado a realizar um plebiscito antes da privatização de qualquer órgão público, para obter a aprovação da população antes da venda de um bem que pertence a todos. Robinson Faria realiza-se na política por, acima de tudo, gostar de fazer o bem, e como representante do povo encontrar essa possibilidade. “O melhor da política é a satisfação de poder fazer o favor. A alegria que eu tenho no meu mandato de deputado é poder encaminhar uma pessoa para ter uma vida melhor, atender o pleito de uma população, encaminhar uma cidade para o progresso. Acho que a grande satisfação de um deputado não é a vaidade de ter um cargo, mas sim a vaidade de poder ajudar”. Refletindo sobre sua experiência de mais de dezesseis anos como representante do povo, Robinson Faria nos deixa esta mensagem: “Com cinco mandatos aprendi a enxergar a necessidade da população no dia a dia do Legislativo, a importância da política na vida do cidadão. Na atividade parlamentar encontra-se a oportunidade de fazer o bem, e o parlamentar se engrandece na medida em que realiza este bem possível”.
Vice-Presidente : 1 º Secretário: 2º Secretário:
Período de: 1837Presidente: Padre Antonio Xavier Garcia de AlmeidaVice-Presidente : Padre MANOEL Pinto de Castro1 º Secretário: Joaquim Xavier Garcia de Almeida2º Secretário: José Nicácio da Silva
Período de: 1836Presidente: Padre Antonio Xavier Garcia de AlmeidaVice-Presidente : Padre Manoel Pinto de CASTRO1 º Secretário: José Nicácio da Silva2º Secretário: Joaquim Xavier Garcia de AlmeidaPeríodo de: 02/02/1835 a 20/03/1835Presidente: Padre Francisco de Brito GuerraVice-Presidente : Padre João Teotônio de Souza Soares e Silva1 º Secretário: Joaquim Xavier Garcia de Almeida2º Secretário: José Nicácia da Silva

DEPUTADOS ESTADUAIS RN

PODER LEGISLATIVO ESTADUAL
História - As Assembléias Legislativas do Brasil foram criadas em 1834, por força do Ato Adicional à Constituição do Império. Nessa época, o País vivia sua primeira experiência federativa, em função do caráter descentralizador que marcou a fase inicial das Regências. Com o advento da República, as Assembléias Legislativas das Províncias foram rebatizadas com o nome de Assembléias Legislativas Estaduais.
A Assembléia Legislativa representa as aspirações, as necessidades e a vontade da sociedade. Conhecida como a casa do povo, a Assembléia Legislativa é o Poder responsável pela elaboração das Leis Estaduais, competindo-lhe fiscalizar os atos do Poder Executivo e zelar pela preservação de sua competência legislativa em face da atribuição normativa dos outros Poderes.
A Assembléia da Província do Rio Grande do Norte foi instalada a 02 de fevereiro de 1835, que teve como primeiro presidente o padre FRANCISCO DE BRITO GUERRA, natural de Campo Grande-RN, nascido em 18 de abril de 1777 e faleceu no Rio de Janeiro a 26 de fevereiro de 1845, o qual a presidiu até 20 de março de 1836, passando o cargo para seu substituto, o padre Antonio Xavier Garcia de Almeida, e sua sede teve vários nomes:
Em 1835 – Assembléia Legislativa Provincial
Em 1891 – O Poder Legislativo
Em 1892 – Congresso Legislativo
Em 1898 – Manteve-se Congresso Legislativo Estadual ou Congresso Estadual
Em 1948 - Palácio Amaro Cavalcanti
Em 1971 – Palácio José Augusto
A Assembléia Legislativa Provincial, instalada em 2 de fevereiro de1935, tinha 20 deputados. Era um o número fixado pelo ATO ADICIONAL, a lei de 12 de agosto de 1834, no seu artigo 2º - “Cada uma das Assembléias Legislativas: Provincias constará de 36 membros nas províncias de Pernambuco, Bahia, Rio de Janeiro, Minas Gerais e São Paulo, de 28 nas do Pará, Maranhão, Ceaeá, Paraíba, Alagoas e Rio Grande do Sul; e de 20 em todas as outras. Este número é alterável por lei geral”.
O decreto nº 842, de 19 de setembro de 1855, no seu § 1], alterou esse número. Elevando o número dos deputados nas Assembléias Provinciais mandava: - “os de Goiás, Rio Grande do Norte e Mato Grosso 22, a onze por Distrito
PASSOS DA ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA
Em 02/02/1835 – Instalou-se na Câmara Municipal
Em 18/09/1947 – Avenida Getúlio Vargas
Em 15/08/1963 – Mudou-se provisoriamente para um prédio situado à praça André de Albuquerque, propriedade do Sindicato dos Contabilistas.
Em 28/03/1967 – Transferiu-se para a rua Jundiaí, ocupando amplo e moderno edifício do Instituto de Previdência do Estado (IPE).
CONSTITUIÇÕES E EMENDA CONSTITUCIONAIS ESTADUAIS:
1ª – 21/7/1891
2ª – 7/4/1892 – Constituição de Pedro Velo
3º - 11/7/1898 – Constituição Chaves
4º - 25/3/1907
5ª – 25/3/1915
6º - 24/8/1926 – Constituição José Augusto
7ª – 22/2/1936
8ª – 26/10/1945 – Constituição “POLAQUINHA”
9ª – 25/11/1947 – Emenda Constitucional
10ª 14/5/1967 – Emenda Constitucional
11ª – 30/10/1969 – Emenda Constitucional
12ª – 5/6/1974 – Emenda Constitucional
13ª - 03/10/1989 – Atual Constituição
No dia 31 de Janeiro de 1983, o Deputado Carlos Augusto Rosado, Presidente da Assembléia Legislativa do Estado do Rio Grande do Norte, com os demais deputados da 9ª Legislatura, inauguraram as instalações da nova sede do Palácio José Augusto. Governava o Estado nesse período, o Sr. Lavoisier Maia Sobrinho.
Após vinte anos de uso, inaugurou-se a ampliação da sede do Poder Legislativo no dia 11 de Dezembro de 2002, na 57ª Legislatura o Deputado Álvaro Dias – Presidente da Assembléia. Ampliou as antigas instalações de 2.800 para 9.600 metros quadrados de área construída.
Atualmente o novo prédio conta com gabinetes Parlamentares, gabinetes para a Presidência, 1ª Secretaria e 1ª Vice-Presidência, instalações para as Comissões Permanentes, Procuradoria Geral, Secretarias Administrativa e Legislativa, Biblioteca, Auditório, Espaço Cultural, Salão Nobre, Salão de Eventos, sala de Multiuso, Bancos, Restaurante, Lanchonete, rampa de acesso para portadores de deficiência física, dois elevadores, e estacionamento privativo. A mesa Diretora era composta pelos seguintes Deputados:
Presidente Álvaro Dias1º Vice-Presidente Ricardo Motta2º Vice-Presidente Tarcísio Ribeiro1º Secretário Robinson Faria2º Secretário Marciano Júnior3º Secretário Wober Júnior4º Secretário Alexandre Cavalcanti
Em homenagem a Deputada Maria do Céu Fernandes foi criado um Espaço cultural com o seu nome.
Em 03 de outubro de 1989, foi promulgada a Constituição Estadual trabalho realizado pela Assembléia Estadual Constituinte, cuja Mesa tinha os seguintes integrantes:
Presidente – Dep. Arnóbio AbreuVice-Presidente – Dep. Carlos Augusto1º Secretário – Dep. Robinson Faria2º Secretário – Dep. Rui Barbosa
Relator GeralDep. Nelson Queiroz
Deputados Constituintes
Dep. Amaro MarinhoDep. Ana MariaDep. Arnóbio AbreuDep. Carlos AugustoDep. Carlos EduardoDep. Cipriano CorreiaDep. Gastão MarizDep. Getúlio RegoDep. Irami AraújoDep. José AdécioDep. José DiasDep. Laíre RosadoDep. Leônidas FerreiraDep. Kleber BezerraDep. Manoel do CarmoDep. Nelson FreireDep. Nelson QueirozDep. Patrício JúniorDep. Paulo de TarsoDep. Paulo MontenegroDep. Raimundo FernandesDep. Ricardo MottaDep. Robinson FariaDep. Rui Barbosa
TODAS LEGISLATURAS (2006 A 1935

DEPUTADOS ESTADUAIS ELEITOS EM 06 DE OUTUBRO DE 2006
1 – Robinson Mesquita
2 - Alexandre Cavalcanti
3 - Dadá Costa
4 - Ezequiel Ferreira
5 - Fernando Mineiro
6 - Gesane Marinho
7 - Getulio Rego
8 - Joacy Pascoal
9 - José Adécio
10 - José Dias
11 - Larissa Rosado
Luiz Almir
12 - Márcia Maia
13 - Nelter Queiroz
14 - Paulinho Freire
15 - Paulo Davim
16 - Raimundo Fernandes
17 - Ricardo Motta
18 - Robinson Faria
19 - Vivaldo Costa
20 - Wober Junior
21 - ALVARO COSTA DIAS, natural de CAICÓ-RN, nascido a 4 de setembro de 1959, filho de Adjuto Dias de Araújo e de Cleonice Costa Dias. É formado em medicina pela Universidade Federal do RIO Grande do Norte. Foi Secretário Municipal de Saúde de Natal (1989/1990). Em 15 de de outubro de 1988 foi eleito vice-prefeito de Caicó, na chapa encabeçada por Manoel Pereira Torres. Em 1990 foi eleito deputado estadual, reeleito nos pleitos eleitorais seguintes: 1994 e 1998. Em 2002 foi eleito depútado federal. Em 2006 retornou à Assembléia LEGISLATIVA.
22 - FRANCISCO GILSON MOURA, natural de Patu-RN, nascdo a 14 de novembro de 196, FILHO DE Francisco Bento de Moura e de Valdeci Francelino de Moura. Casado com Leila Macedo Nicácio Silva Moura. Formado em Direito e Jornalista pela Universidade Federal do Rio Grande do NorteA vida do vereador Gilson Moura é marcada por idas e vindas do interior para a capital em busca de melhores condições de vida. Filho de pais humildes, agricultores, Gilson teve que deixar, definitivamente, sua cidade Natal aos 8 anos de idade, para tentar ganhar a vida na capital, onde batalhou por espaço. Em 1997, já trabalhava como lavador de carros, vendedor de balas e fez até faxina em casas. O dinheiro que ganhava servia para comprar livros e garantir sua educação. O ano de 1981 marcou uma mudança radical na vida de Gilson. Aos 13 anos, o garoto pobre que veio do interior conseguiu furar a segurança presidencial e falou pessoalmente com o presidente João Batista Figueiredo, durante uma visita do general ao Rio Grande do Norte. Numa conversa rápida, Gilson pediu ao presidente uma bolsa de estudos, uma casa para morar com a família e um emprego. Diante da ousadia daquele menino corajoso e simpático, o presidente se comoveu e atendeu os pedidos... Gilson conseguiu uma vaga numa escola particular, ocupou um cargo na Cohab (hoje Datanorte) e ganhou uma casa no conjunto Santarém, na Zona Norte de Natal, onde atualmente funciona o Centro Integrado de Assistência às Vítimas de Violência, uma Fundação de Utilidade Pública mantida por ele para atender crianças em situação de risco social. Em 1990, mais um encontro que mudaria o destino de Gilson Moura, completando a transformação de sua vida. O então senador Carlos Alberto de Sousa conheceu o jovem e, ao perceber o talento e vocação para o jornalismo, convidou-o para participar da sua emissora: a TV Ponta Negra, que há três anos estava no ar. Foi o início da carreira do Repórter Gilson Moura, que trabalhou nos programas Aqui Agora e Patrulha Policial. Como profissional de TV buscou sempre a Justiça, o que se transformou numa marca. E foi essa vontade de lutar em defesa dos mais humildes que levou o repórter Gilson a atender o chamado popular e ingressar na vida pública, não apenas para cobrar, mas para intervir de forma mais direta nas ações e criar leis que beneficiem o povo. Em 3 de outubro de 2004 Gilson Moura foi eleito por 6.591 eleitores, cumpre seu primeiro mandato pelo Partido Verde e tem a missão de ser a voz dos natalenses na Câmara Municipal do Natal.
Em 1º de outubro Gilson Moura foi eleito deputado estadual com 45.364 votos., pela legenda do PV-Partido Verde
22 – Poti júnior
23 – Dr. Leonardo Nogueira
24 – WALTER ALVES
DEPUTADOS ELEITOS EM 03 OUTUBRO DE 2002

Francisco José
francisco José
salomão gurgel
elias fernandes
leodecio Fernandes
11
ELEITOS EM 04/10/98
1 – Alvaro Dias - 45.268
2 – Carlos Eduardo Alves – 41.692
3 – Márcia Maia – 41.269
4 – Fátima Bezerra – 30.697
5 – José Dias – 28.948
6 – Woçber Júnior – 28.452
7 – Robison Faria – 27.645
8 – Ricardo Mota - 27.326
9 – Nelter Queiroz – 27.210

10 –Frederico Rosado – 26.208
11 – Alexandre Cavalcanti – 24.275

12 – Nelson Freire – 23.196
13 – Tarcísio Ribeiro – 22.333

14 – Elias Fernandes Neto – 22.071
15 – Marciano Júnior – 21.374
16 – Sandra Rosado – 19.911
17 – Ronaldo Soares – 19.694
18 – Vivaldo Costa – 19.620
19 – Getúlio Rego – 19.550
20 – Pedro Melo
21 – Valério Mesquita
22 – Ruth Ciarline – 19.480
23 – José Adécio Costa
24 – Leonardo Arruda
ELEITOS EM 3 DE OUTUBRO DE 1994

ELEITOS EM 3 DE OUTUBRO DE 1990
DEPUTADOS ELEITOS EM 15/11/1986
1 - Arnóbio Abreu2 - Carlos Augusto3 - Robinson Faria4 - Rui Barbosa
5 - Amaro Marinho6 - Carlos Eduardo7 - Cipriano Correia8- Gastão Mariz9 - Getúlio Rego10 - Irami Araújo11 - José Adécio12 - José Dias13 - Laíre Rosado14 - Leônidas Ferreira15 - Kleber Bezerra16 - . Manoel do Carmo17 - Nelson Freire18 - Nelson Queiroz19 - . Patrício Júnior20 - . Paulo de Tarso21 - . Paulo Montenegro22 - . Raimundo Fernandes23 - . Ricardo Motta
24 – Leonidas Ferreira7 - Ana Maria, ASSUMIU A VAGA DE LAIRI rOSADO

LEGISLATURA – ELEITA EM 15/11/1982
Alcimar Torquato de Almeida , natural de São Miguel-RN, nascido a......................................................................................................
Antônio Severiano da Câmara

Antônio Willy Vale Saldanha
Carlos Augusto de Souza Rosado
Dary de Assis Dantas
Eustáquio José de Lucena
Garibaldi Alves Filho
Gilberto de Barros Lins
Jeová Carneiro Alves
José Dantas Cortez
José Marcílio de Medeiros Furtado
José Patrício de Figueiredo Junior
Luiz Antônio Vidal
Manoel Montenegro Neto
Marcio Djalma Cavalcanti Marinho
Nelson Queiroz dos Santos
Onésimo Fernandes Maia
Otávio Osvaldo Garcia
Paulo Gonçalves de Medeiros
Paulo de Tarso Pereira Fernandes
Roberto Brandão Furtado
Ruy Pereira Júnior
Theodorico Bezerra
Vivaldo Silvino da Costa
LEGISLATURA – ELEITA EM 15/11/1978
LEGISLATURA – ELEITA EM 15/11/1974
LEGISLATURA – ELEITA EM 15/11/1970
LEGISLATURA – ELEITA EM 15/11/1966
1 – Milton Aranha Marinho
1- José da Siilveira Pinto
2- Jocelin Vilar
3- Aderson Dutra de Almeida
4- José Fernandes de Melo
5-
6- Antonio Seviariano da Câmara Filho
7- Moacir Duarte
8- Manoel Leão Filho
9- Francisco Diniz Câmara
10- Tertius Rabelo
11- Antonio Ferreira Melo
12- Antonio Ferreira Melo
13- Antonio Rodrigues de Carvalho
14- Asclepiades Fernandes
15- Bevenuto Pereira de Araújo
16- Boanerges Azevedo Barbalho
17- Daríde Assis Dantas
18- Edgar Montenegro
19- Ezequiel Ferreira de Souza
20- Francisco Assunção de Macedo
21- Garibaldi Alves
22- Francisco Seráfico Dantas
23- Geraldo dos Santos Queiroz
24- José Josias Fernandes
25- José Marcilio Furtado
26- Luis Antonio VIDAL
27- Magnus Kelly de Miranda Rocha
28- Manoel Veras Saldanha
29- Mônica Nóbrega Dantas, terceira mulher potiguar a exercer o mandato de deputada estadual, a primeira foi Maria do Céu (1934), a segunda foi LindavaTorquato(1954)
30- Olavo Montenegro
31- Onésimo Maia
32- Osny Valmir Targino
33- Paulo Diógenes Pessoa
34- Paulo Gonçalves de Medeiros
35- Pedro Lucena
36- Radir Pereira
37- Rainel Pereira de Araújo
38- Ulisses Bezerra Potigur

39 - CARLINDO DANTAS: SANTO POPULAR, UM CASO DE RELIGIOSIDADE EM CAICÓ
Envolvido numa série de assassinatos na década de 60, o médico Carlindo de Souza Dantas teve seu corpo enterrado no Cemitério Campo Jorge e é o local de maior visitação.
CARLINDO DE SOUZA DANTOS, natural de Caicó, nascido a 30 de agosto de 1934, filho de Raimundo de Souza Dantas e de Eliza Elza Dantas. Viveu na infância no sítio Riacho da Serra, município de Caico, de propriedade de seu pai
Iniciou seus estudos na escola pública do Itans. Concluiu o curso primário no Grupo Escolar Senador Brito Guerra, prosseguindo os estudos no CDS-Colégio Diocesano Seridoense, onde concluiu o curso ginasial em 1950.
Em 1949, Carlindo, por questões disciplinares, foi estudar em Patos, na Paraíba, onde foi dolorosamente surpreendido com o suicídio de sua mar, que não deixou explicação alguma para a decisão de acabar com a própria vida;
Terminado o ginasial, seguiu para a capital do estado, concluindo em 1953 o curso cientifico, na escola Marista de Natal.
Carlindo foi uma criança superativa, de uma inteligência muito aguçada, o que fez com que o mesmo não perdesse nenhum ano escolar, não obstante não ter sido um dos mais bem comportado em sala de aula”.
A primeira esposa de Carlindo Dantas, Zilmar Félix, faleceu sem deixar filhos. À segunda esposa, Wanda Farias, é mãe de Carlindo Dantas Júnior (vereador de São João do Sabugi), único filho do casal.
Carlindo Dantas destacou-se na década de 60. Formou-se em medicina, em 8 de dezembro de 1960, na faculdade de ciências médicas de Recife. Em seguida foi morar em São Paulo para fazer residência em anestesia.
Ao retornar a Caicó, estabeleceu uma clínica particulat na avenida Coronel Martiniano e credenciou-se ao SESP. Ele possuía uma inteligência rara. Foi um dos mais inteligente, bastava apenas meia palavra para que interpretasse todo o pensamento do interlocutor, mas não gostava de estudar, formou-se não por esforços, nem por queimar as pestanas, mas graças à inteligência priveligiada que era dotado.
Ao longo de sua carreira médica, conseguiu imensa popularidade, redendo-lhe em 1966, o mandato de deputado estadual, com expressivo número de votos.No imaginário popular seridoense, surgiram duas correntes de opinião: Uma pró- carlindista e outra anti-carlindista. A primeira acredita que a práticas médicas desenvolvidas pro Carlindo Dantas eram de caráter próprio, que prevalecia a caridade.
À segunda corrente acreditava que o trabalho tinha o intuito de se promover politicamente
Foi assassinado em Caicó na noite do dia 28 de outubro de 1967 em pleno mandato de deputado estadual
Duas ocorrências lamentáveis aconteceram na legislatura de 1963/66, a primeira, o deputado Carlindo de Souza Dantas foi assassinado em Caicó, na noite de 28 de outubro de 1967; a segunda, em 5 de fevereiro de 1970, ocorreu o falecimento do deputado Jocelyn Vilar. Também no final do legislativo a Emenda Constitucional nº 2, de 5 de fevereiro de 1970, em seu artigo 8, § 1º, deliberava: O Número de deputados à Assembléia Legislativa corresponderá ao tripo da representação do Estado na Câmara Federal”. Os nossos represetantes na Câmara Alta do País era de seis. Osa deputados estadual foram reduzidos para 18, assim sendo, aumentado consideravelmente o coecifiente eleitoral para conquistar uma cadeira na Assembléia LEGISLATIVA
ELEITOS EM 07 DE OUTUBRO DE 1962
1 –Israel Ferreira Nunes
2 – Radir Pereira de Araújo
3 – Aluizio Bezerra
4 – Angelo José Varela
5 – Carlos Borges de Medeiros
6 – Joaquiim Inácio de Carvalho Neto
7 – José Cortez Pereira de Araújo
8 – Edgar Borges Montenegro
9 – Garibaldi Alves
10 – Gastão Mariz de Faria
11 – JÁCIO Luiz Bezerra Fiuza
12 – João Aureliano de Lima
13 – Jocelyn Vilar
14 – José Fernandes de Melo
15 – José Venicio Dantas
16 – Manuel Avelino Sobrinho
17 – Luís Inácio MARANHÃO Filho
18 – Moacir Torres Duarte
19 –Antonio Morais NETO
19 – Newton Pinto
20 – Olavo Lacerda Montenegro
21 – Ramiro Pereira da Silva
22 – Roberto Pereira Varela
23 – Ulisses BezerraPotiguar
24 – Osnil Valmir de Freitas Targino
25 – Manuel Veras Saldanha
26 – Jerônimo Vingt Rosado Maia
27 – Márcio Djalma Cavalcanti Marinho
28 – Francisco Seráfico Dantas
29 – Manoel Torres de Araújo
30 – Paulo Gonçalves de Medeiros
31 – Erivan Santiago França
32 – Asclepiades Fernandes
Cícero Gadelha do Espírito Santo, 1º Deputado Classista do RN

ELEITOS EM 3 DE OUTUBRO DE 1958 - 20 legislatura
1 – Jocelyn Vilar de melo
2 – Clovis Coutinho da Mota
3 – Aluizio Bezerra
4 – Antonio Pereira de Macedo
5 – Djalma Maranhão
6 – Roberto da Fonseca Tinoco
7 – Hélio Dantas
8 – João Batista Montenegro
9 – Joaquim Câmarea
10 – José Cortez pereira
11 – José Lúcio Ribeiro
12 – José Patrício Neto
13 – Lindalva Torquato Fernandes, natural de Luís Gomes
14 – Miguel Rocha Sobrinho
14 – Manuel Avelino Sobrinho
15 – Manuel Wilson Pereira
16 – Ney Aranha Marinho
17 – Ramiro Pereira da Silva
18 – Varela Saldanha
19 – Sroessel de Brito
20 – Ubaldo Bezerra de Melo
21 – Vicente da Mota Neto
22 – Moacir Torres Duarte
23 – Lauro Arruda da Câmara
24 – José Venício Dantas, NATURAL DE Acari
25 Manoel Torres de Araújo
26 – Valmir Targino. Natural de Caraúbas
27 – Olavo Montenegro
OLAVO BORGES MONTENEGRO, natural de Assu, nascido em 1921 e faleceu no dia 31 de outubro de 1999, filho de Manoel de Melo Montenegro e de Cândida Borges Montenegro. Casado com Neyde Galiza Montenegro, com cinco filhos, 16 netos e 14 bisnetos. Ingressou na política em 1958, sendo eleito deputado estadualçem cinco legislaturas consecutivos: 1958, 1962, 1966, 1970 E 1974, sempre defendendo interesses do Vale do Assu, região que considerava de grande importância para o desenvolvimento do Estado do Rio Grande do Norte. Como parlamentar estadual foi autor de projetos-de-leis sugerindo a emancipação política dos municípios de Alto do Rodrigues, Carnaubais, Ipanguassu e Pureza. Foi um dos mentores da construção da Barragem Armando Ribeiro Gonçalves. Essa construção era um dos maiores sonhos de Olavo Monytenegro que acabou com o chamado “Trem da Vergonha”, que transportava água de Natall para a cidade de Angicos, região Central, e hoje aquela cidade é abastecida através da adutora Central Cabugi, abatecendo várias cidades daquela região
28 – Waldemar Veras
29 – Carvalho Neto
30 – José Bezerra
31 – Floriano Bezerra
32 – Angelo Varela
LEGISLATURA DE ELEITA EM 03/10/1955
1 – Antonio Soares de Araújo Filho
2 – Túlio Augusto Fernandes de Oliveira
3 – Sebasti~]ao Gomes de Oliveira
4 – Antonio Pereira de Macdo
5 – Abilio Medeiros
6 – Aluizio Gonçalves Bezera
7 – Arnaldo Barbalho Simonetti
8 – Francisco Dantas Guedes
9 – Francisco Teódulo Avelino
10 – Genésio Cabral de Macedo
11 – Hélio Dantas
12 – Israel Nunes Ferrira
13 – João Batista Leandro
14 – José Fernandes de Melo
15 – Joaquim Alves da Câmara
16 – José Patrício de Figueirdo Neto – ZUCA PATRÍCIO, natural de Alexanadria-RN, nascido a
17 – Lauro Arruda Câmara
18 – Manuel Veras Saldanha
19 – Milton Ribeiro Dantas
20 – Raul da França Alencar
21 – Stoessel de Brito
22 – Edgard Borges Montenegro, natural de Assu-RN, nascido a 22 de junho de 1920, filho de Manoel de Melo Montenegro e de Cândida Borges Montenegro. Em 4 de janeiro de 1928 foi matriculado no Colégio Nossa Senhora das Vitórias, em sua terra natal, e posteriormente, estudou no Colégio de Lavras, do Instituto Gamon em Minas Gerais. Ingressando em Lavras na Escola Superior de Agronomia, recebendo seu diploma no dia 8 de dezembro de 1945. Regressando a sua terra natal exerceu as funções de Prefeito Municipal, o qual foi o segundo prefeito constitucional do município de Assu, eleito em 22 de março de 1948 e tomou posse em 16 de abril de 1948. Em 3 de outubro de 1954 foi eleito deputado estadual, reeleito em 1958, 1962, 1966 e 1970, totalizando assim quatro mandatos. Fsaleceu em sua residência subitamente, por volta das 23 horas do dia 1º de julho de 1996

A 17ª legislatura Constituinte e Ordinária, 1947/51, instalada em 31 de julho de 1947, peomulgando a Constituição Estadual em 25 de novembro. Encerrou os trabalhos a 31 de janeiro de 1951. Presidiu a Constituição o médico Pedro soares, e a Ordinária, o vice-governador Tomás Salustiano. Essa legislatura que iniciou com 32 deputados e no ano seguinte seria aumentada para 34 representantes do povo constituída de 22 bachareis e 12 médicos eleitos pelas legendas do PSD, UDN e pequena participação do PSP – o partidfo de Ademar de Brros – cujo “cosul local era o Deputado João CaféFilho
DEPUTADOS ELEITOS EM 3 DE OUTUBRO DE 1950 – INSTALADA EM 31 DE JANEIRO DE 1951
1 – José Nicudemis da Silveita (PTB), natural de Mossoeó, nascido a
2 – Dr. José Fernandes de Melo (UDN),natural de Currais Novos-RN, com base eleitoral no município de Pau dos Ferros, aonde foi prefeito por três vezes. Nasceu a 2 de março de 1917 e faleceu a 14 de setembro de 2001
2 – Genésio Cabral de Macedo (UDN), natural de Santana do Matos-RN
4 – Lauro Arruda Câmara (PSD), natural de Nova Cruz-RN
5 – Aluízio Gonçalves Bezerra (PSD), natural de Natal
6 – José Xavier Garcia (UDN), natural de Martins-RN
7 – Francisco Dantas Guedes (PSD), natural de Natal
8 – Túlio Fernandes de Oliveira (PSD), natural de Natal
9 – Nweton Pinto (UDN),natural de Apodi
10 – Raul da França Alencar (PSD), natural de Martins
11 – Dr. Sebastião MALTEZ Fernandes (PSP)
12 – Dr. Carlos Borges de Medeiros (UDN), natural de Mossoró
13 – Dr. Abilio Medeiros
14 – Israel Ferreira Nunes
15 – Dr. Creso Bezerra de Melo
16 – Dr. Mariano Coelho
17 – Dr. José Torquato Figueiredo
18 – Francisco Bilac deFarias
19 – Alfredo Mesquita Filho
20 – José Cortez Pereira
21 – Oderico Ferreira de Souza
22 – Manoel Veras Saldanha
23 – Jader Torquato do rego (UDN)
24 – Stossel deBrito (UDN), natural de Jucurutu-RN
25 – João Fernandes de Melo
26 – José Patrício de Figueiredo Neto – ZUCA PATRÍCIA (PSD)
27 – Dr. Teódulo Avelino
28 – Roberto Pereira Varela
29 – Dr. Ezequiel Epaminondas da Fonseca Neto (UDN), NATURAL DE Assu-RN, nascido a 3 de novembro de 1937, filho do Dr. Ezequiem Epaminondas da Fonseca e de Maria Helena Batista Nunes da Fonseca. Começou os seus estudos no Colégio Nossa SENHORA DAS Vitórias, em sua terra natal, cujo primeiro dia de aula foi a 1º de fevereiro de 1945. Depois. Em Natal, no Colégio Santo Antonio (Maristas) E NO Colégio Estadual do Rio Grande do Norte, antigo Atneheu. Matriculando-se na Faculdade de Ciências Econômicas Contabéis e Atuariais de Natal, recebeu o diploma de Bacharel Economista no dia 16 de dezembro de 1965. Exerceu o cargo de 1º Secretário da Associação Comercial do Rio Grande do Norte. Casou-se em Natal, a 11 de dezembro de 1959, com a senhorita Maria de Deus Neto.
30 – Dr. Milton Ribeiro Dantas
31 – Francisco Solon Sobrinho (PSB), natural de Mossoró-RN,
32 – Antonio Rodrigues de Carvalho (PTB), NATURAL DE Mossoró-RN, nasceu a 13 de junho de 1927. Duas vezes prefeito de Mossoró, a primeita vez, eleito em 5 de janeiro de 1958;a segunda, em 15 de novembro de 1968, vencendo seu opositor, Jerônimo Vingt-Um Rosado Maia.
33– João Batista Montenegro (UDN), natural de Assu
34 – João Neto Guimarães
Em 12 de janeiro de 1955, a suplente de deputada estadual. Lindalva Torquato, natural de Luís Gomes, tomou posse na Assembléia Legislativa do Rio Grande do Norte, passando apara a história política policar, como a segunda mulher mulher norte-rio-grandense a ocupar funções legislativas estaduais. A primeira havia sido a currais-novenses, Maria do Céu Pereira Fernandes, eleita em 1934, esposa de Aristofanes
ELEITA EM 19 DE JANEIRO DE 1947
Mesa Diretora1947 – INSTALADA EM 31 DE JULHO DE 1947
1 – Pedro Soares de Araújo Amorim
2 – Arnaldo Barbalho Simonete
3 – Valter Fonseca Varderley de Albuquerque
4 - Jofre Ariston de Araújo
5 – Antonio Pereira Dias
6 – Aderson Dutra de Almeida
7 – Alfredo Mesquita Filho
8 – Antonio Soares de Araújo Filho
9 – Antonio Pereira de Macedo
10 – Agostinho Santiago de Medeiros BRITO
11 – Aberlado Clafange
12 – Aristofanes Fernandes e Silva
13 – Creso Bezerra de Melo
14 – Cosme Corsino de Lemos
15 – Djalma Aranha Marinho
16 – Ezequiel Epamimondas da Fonseca Filho
17 – Israel Ferreira Nunes
18 – José Nicodemus da Silveira Martins
19 – José Humberto de Azevedo Barbalho
20 – José Fernandes de Melo
21 – José Maciel Luz
22 – José Gonçalves Pires de Medeiros
23 – Jerônimo Dix-huit Rosado Maia
24 – João da Matha Paiva
25 – Manuel VAARELA DE Albuquerque
25 - Moacyr Torres Duarte
26 – Mário Negócio de Almeida er Silva
27 – Raul de França Alçencar
28 – Djalma Aranha Marinho
29 – Aristofanes Fernandes e Silva
30– Silvio Piza Pedroza
31 - josé Xavier da Cunha
32 – João Bianor Bezerra
33 – Bel. Mário Negócio de Almeida 9PSP), NATURAL DE MOSSORÓ
34 – Antonio Perira Dias
14/10/1934
1 –Monsenhor João da Matha
2 – Francisco Gonzaga Galvão
3 – Glicério Cícero de Oliveira
4 – Pedro de Alcântara Matos
5 – João Marcelino de Oliveira
6 – José Tavares da Silva
7 – Júlio Vitor Pimenta Teófilo Regis
8 – Adolfo José Fernandes
9 – Raul da França Alencar
10 – Francisco Gonzaga Galvão
11 – Reinaldo Gomes Fernandes Pimenta
12 – Felipe Neri de Brito Guerra
13 – Raimundo Ferreira de MACEDO
14 – Djalma Aranha Marinho
15 – José Lopes Varela
16 – Sandoval Wanderley
17 – Maria do Céu Pereira
18 – Felismino do Rego Dantas Noronha
19 – Felinto Elisio de Oliveira Azevedo
20 – Ezequiel Xavier Bezerra
21 – José Augusto Varela
22 – Nominando Gomes da Silva
23 – João Severiano da Câmata
1926
1 – Augusto Leopoldo Raposo da Câmara
2 – Felinto Elisio de Oliveira Azevedo
3 – Adauto Miranda Raposo da Câmara
4 – Emidio Cardoso Sobrinho
5 – Dioclécio Dantas Duarte
6 – Eufrasio Mário de Oliveira
7 – Pedro Juvenal Teixeira Cavalcante
8 – Paulo Leopoldo Pereira da Câmara
9 – Tobias dos santos
10 – Enéas Pires Galvão
11 – Armando China
12 – João Pessoa de Albuquerque
13 – Pedro de Oliveira Correia
14 – Floriano Cavalcanti de Albuquerque
15 – Francisco Herôncio de Melo
16 – Antonio de Andrade Liama
17 – Joaquim Feliciano de Paiva
18 – João Alfredo Pires Galvão
19 – Janúncio Nóbrega
20 – João Estevam Gomes da Silva
21 – Epaminondas de Aquino Torres
22 – José Ferreira de Souza
Constituintes da Constituição de 24 de agosto de 1926

1915
1 – Henrique Castriciano de Souza
2 – Moises Soares de Araújo
4 - Luiz Potiguar de Oliveira Fernandes
5 – Joaquim José Correia
6 – Antonio José de Melo
7 – João Augusto Meira e Sá
8 – Belarmino Lemos
9 – Galdinodos santos Lima
10 – PedroNunes de Sá
11 – Tomás Salustiano Gomes de Melo
12 – Cônego Estevam José Dantas
13 – João Juvenal Pedroza Tinoco
14 – Tomás Soariano Filho
15 – Emidio Bezerra da Costa Avelino
16 – Eufrásio Mário de Oliveira
17 – José Joaquim de carvalho Araújo
18 – Silvério Soares de Souza
19 – Pedro Odilon do Nascimento
20 – Inácio Henrique de Paiva
21 – João Pessoa de Albuquerque
22 – Ezequiel Mergelino de Sopuza
23 – Manuel Maurício Freire
1907
1 - Fabrício Gomes de Albuquerque MARANHÃO
2 – Joaquyim José Correia
3 – Emidio Bezerra da Costa Avelino
4 – Pedro Soares de Araújo
5 – Raimundo Lopes Galvão
6 – Manuel Gonçalves de Medeiros
7 – Francisco fausto de Souza
8 – Olimpio Tavares
9 – Joaquim Antão de Sena
10 – Estevam Cesar TEIXEIRA de Moura
11 – João Bernardino de Paiva Cavalcanti
12 – Crsitalino da Costa Oliveira
13 – Manuel Dantas
1898
1 – Fabrício Gomes de Albuquerque Maranhão
2 – Francisco de Albuquerque Melo
3 – Joaquim José Correia
4 – Manuel Augusto Bezerra de Araújo
5 - João Pegado Cortez Filho
6 – José Joaquim de Carvalho e Araújo
7 – João Dionisio Filgueira
8 – Joaquim Martiniano Pereira
9 – José Joaquim de Oliveira Júnior
10 – Antonio Ferreira Pinto
11 – Antonio Joaquim de Oliveira Costa
12 – Cristalino da Costa Oliveira
13 – Luís Pereira Tito Jácome
14 – Manuel Xavier da Cunha Montenegro
15 – José Rufino da Costa Pinheirp
16 – Joaquim Homem de Siqueira Cavalcanti
17 – felismino do Rego Dantas Noronha
18 – Tomás Gomes da Silva.

1892
1 – Jerônimo Américo da Câmara
2 – Augusto Severo
3 – Manuel Moreira Dias
4 – José Climaco do Espirito SANTO
5 – Hermógenes Joaquim Barbosa Tinoco
6 – Dr. Afonso Moreira Lisboa Barata
7 – Alferes Francisco Barros
8 – Capitão Francisco de Paula Moreira
9 – Capitão Tenente Artur José dos reis Lisboa
10 – Luís Manuel Fernandes Sobrinho
11 – Dr. Francisco de Paula Sales
12 – Antonio José de Melo
13 – José Peregrino de Araújo
14 – Manuel Ronaldsa de Castilo Brandão
15 – Francisco Saores Xavier Montenegro
16 – Ovidio de Melo Montenegro
17 - Felipe Neri de Brito Guerra
18 – Joaquim Cavalcanti Ferreira de Melo
19 – João Gurgel de Oliveiura
20 – Dr. Artur de Albuquerque BezerraCavalcanti
21 – Manuel Augusto Bezerra de Araújo
22 – Dr. Manuel Augusto de Medeiros
23 – Luiz Antonio Ferreira Souto
24 – Janúncio da Nobrega Filho

Quem sou eu

Minha foto
É o blog da cultura, política, economia, história e de muitas curiosidades regionais, nacionais e mundiais. Pesquisamos, selecionamos, organizamos e mostramos para você, fique atenado no Oeste News, aqui é cultura! SÃO 118 LINKS: SEU MUNICÍPIO - histórico dos 167 municípios potiguares; CONHECENDO O OESTE, MOSSORÓ, APODI - tudo sobre o município de Apodi, com fatos inéditos; MOSSORÓ - conheça a história de minha querida e amada cidade de Mossoró; SOU MOSSOROENSE DE NASCIMENTO e APODIENSE DE CORAÇÃO; JOTAEMESHON WHAKYSHON - curiosidades e assuntos diversos; JULLYETTH BEZERRA - FATOS SOCIAIS, contendo os aniversariantes do mês;JOTA JÚNIOR,contendo todos os governadores do Estado do Rio Grande do Norte, desde 1597 a 2009; CULTURA, POLICIAIS MILITARES, PM-RN, TÚNEL DO TEMPO, REGISTRO E ACONTECIMENTO - principais notícias do mês; MILITARISMO. OUTROS ASSUNTOS, COMO: BIOGRAFIA, ESPORTE, GENEALOGIA, CURIOSIDADES VOCÊ INTERNAUTA ENCONTRARÁ NO BLOG "WEST NEWS", SITE - JOTAMARIA.BLOGSPOT.COM OESTE NEWS - fundado a XXVII - II - MMIX - OESTENEWS.BLOGSPOT.COM - aqui você encontrará tudo (quase) referente a nossa querida e amada terra potiguar. CONFIRA...

Minha lista de blogs

JOAO MAIA

JOAO MAIA

CAFÉ FILHO

CAFÉ FILHO
DEPUTADO FEDERAL, VICE-PRESIDENTE, PRESIDENTE DA REPÚBLICA E PRESIDENTE DO SENADO FEDERAL

NEWTON PINTO

NEWTON PINTO

BETINHO ROSADO

BETINHO ROSADO

HENRIQUE ALVES

HENRIQUE ALVES
COM DEZ MANDATOS DE DEPUTADO FEDERAL

ANTONIO CAPISTRANO

ANTONIO CAPISTRANO

ONÉSIMO MAIA

ONÉSIMO MAIA

CARLOS AUGUSTO DE SOUSA ROSADO

CARLOS AUGUSTO DE SOUSA ROSADO
Filho de Dix-sept Rosado

JIAQUIM CORREIA

JIAQUIM CORREIA
Campeão de mandato. 11 mandatos de deputado estadual